Menu

Dança indígena da tribo Dessan

4 de janeiro de 2018

🏹A Reserva do Tupé é a última parada do passeio e está localizada no último trecho do Rio Negro. Uma grande oca de palha torna-se palco de uma verdadeira demonstração da cultura indígena.

🏹Índios de cocares e rostos pintados nos recepcionam assim que chegamos na reserva, pequenos curumins a banhar-se na beira do rio transbordam felicidade e encantam a todos os visitantes.

 

🏹Dentro da grande oca, um kissibi kumo (homem que lidera o grupo, guarda o conhecimento e dirige os rituais) inicia a apresentação contando um pouco do seu povo. Essa parte já vale a visita.

 

🏹Com flautas e chocalhos, os índios começam o ritual, dançando e tocando seus instrumentos chamando as índias para dançar.

🏹Uma grande fila de casais dançam e caminham formando um círculo, pouco tempo depois nós turistas somos tirados para dançar e uma volta fora da oca todos vamos dar.

 

🏹Ao acabar a dança é o momento de tirar as fotos, e índios fazem pinturas nos rostos dos turistas, claro que eu pedi para pintar o meu.

🏹Eles não cobram para fazer a pintura, mas sugiro que deixem uma caixinha em forma de agradecimento.

🏹Do lado de fora da grande oca, índias vendem seu belo artesanato (preço justo) e algumas delas carregam em seu colo lindos bicho-preguiça.

 

Quer visitar⁉

💸Para visitar a Reserva do Tupé, caso não esteja nesse passeio completo, você pode contratar um barqueiro que levará em média 15 minutos do Porto de Manaus e o preço em média é de R$20.

😀Visitar a Reserva e viver uma experiência de tamanha cultura é imperdível para quem vai conhecer o Amazonas.

 

 

 

 

Sobre

Eu sou Paula Rocha, nascida e criada na pitoresca cidade de Pirapora do Bom Jesus, SP. Apaixonada pelos animais, pela cor rosa e por globinhos de neve. Gosto de cerveja gelada, comer sem frescura e de viajar o máximo possível pagando o justo. Bora viajar?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go top