Top

Dicas de Cusco: o que fazer na cidade

Dicas de Cusco: Pontos turísticos famosos na cidade. Foto: Paula Rocha.

O Peru é um dos países mais ricos, culturalmente, no mundo e Cusco, a principal cidade do Império Inca resguarda boa parte dessa riqueza cultural.

Bom, se os planos são de viajar pala lá, trago pra vocês um artigo completinho com Dicas de Cusco: o que fazer na cidade, assim, você ficará informado das inúmeras possibilidades de como se divertir e tornar sua viagem inesquecível.

E aí, tá pronto?

Informações importantes do Peru

Antes de viajarmos para o exterior, precisamos saber algumas informações básicas para não passar por perrengues, certo?

Então, antes de descobrir quanto custa viajar para o Peru, confira as principais dicas sobre o Peru que você precisa saber antes de viajar.

  • Onde fica o Peru: é um país localizado na América do Sul e faz fronteira com cinco países (Equador ao norte, Colômbia a nordeste, Brasil e Bolívia a leste e Chile ao sul).
  • Capital: Lima
  • Idioma: o oficial é o espanhol, no entanto, mais de outras 40 línguas são faladas no país, incluindo quíchua e aimará.
  • Fuso horário: o fuso horário é o GMT – 5:00, a diferença entre Peru e o Brasil são de 2 horas.
  • Tomada: a maioria delas é do tipo A e B e possuem dois pinos chatos e dois redondos.
  • Voltagem: 220 V
  • Precisa de passaporte? não precisa de passaporte, apenas RG.
  • Precisa de visto? Brasileiros não precisam de visto para entrar no Peru.
  • Vacina: ao embarcar, será solicitada a carteira de vacinação contra a COVID-19 com 2 doses da vacina. Caso contrário, precisa fazer o teste PCR.
  • Moeda local: a moeda local é o Novo Sol e alguns lugares turísticos podem aceitar dólares como forma de pagamento.
  • Melhor chip de internet: Bitel
Pontos turísticos de Cusco

Pontos turísticos de Cusco no Peru. Foto: Paula Rocha.

1. Dicas de Cusco: o que levar na mala

Acredite, determinar o que irá levar na sua viagem para Cusco fará toda diferença e sim, algumas pessoas farão muita falta se forem esquecidas.

Portanto, confere as dicas de Cusco e o que levar na mala e vai anotando para não esquecer de nada.

  • Tênis e roupas confortáveis, mesmo que você decida não fazer nenhuma trilha, os passeios por Cusco exigirão caminhadas, portanto, é importante levar principalmente calçados confortáveis.
  • Bota típica dos trilheiros – caso queira conhecer as inúmeras trilhas que Cusco possui.
  • Roupas de frio, é legal levar uma mais pesada e quentinha e uma peça mais leve – Cusco não é congelante, mas em razão de sua altitude é bom sempre levar algo mais quentinho, principalmente para usar a noite.
  • Touca, chapéu ou bonés também se farão úteis, principalmente durante as caminhadas.
  • Protetor solar e protetor labial, afinal a fórmula da juventude tá aí, né?
  • Acessórios de frio: lucas, cachecol, e gorros (isso tudo pode ser adquirido lá mesmo com preços super acessíveis);
  • Chinelo e roupas mais confortáveis para usar enquanto estiver no hotel;

Importante: o bacana é que todas essas peças poderão ser usadas caso decida seguir para Machu Picchu.

2. Melhor época para visitar Cusco: quando ir

Se existe um lugar em que podemos facilmente definir uma melhor e uma pior época para viajar, esse lugar é o Peru, pois com estações bem definidas em seca e chuvosa, viajar para lá quando o índice de pluviosidade está alto está longe de ser uma boa ideia.

Portanto, como falei ali em cima, procure conhecer e desbravar esse país durante a época mais seca, uma vez que em épocas mais chuvosas muitos sítios arqueológicos se tornam impossíveis de serem visitados e certamente será um grande empecilho em sua viagem.

Vamos então definir os períodos que correspondem a cada uma dessas estações para que você saiba o que fazer na cidade quando for pra lá.

Estação seca

A estação seca vai de abril a outubro e é a época com menos incidência de chuvas em Cusco.

Maio é considerado essencialmente o melhor mês para visitar a cidade, tanto pelas condições climáticas, quanto por ser possível conhecer a cidade sem encontrá-la lotada de turistas.

A estação seca ocorre durante o inverno e primavera, as temperaturas inicialmente estão mais baixas, mas é comum aparecer um solzinho durante o dia para esquentar os que não estão acostumados com esse clima frio.

Em julho, por ser férias escolares de brasileiros e de muitos países europeus, a cidade costuma receber um grande número de turistas, portanto, se puder fugir deste mês, eu recomendo, pois além da quantidade de visitantes, os preços nesta época também estão mais elevados.

De fato, a estação seca de abril a outubro é a melhor época para conhecer Cusco.

Estação chuvosa

Cusco é uma cidade em que realmente pode ser visitada durante todo o ano, no entanto, a recomendação é não ir durante a estação chuvosa já que pode atrapalhar sua viagem.

Essas dicas de Cusco e o que fazer na cidade serão primordiais para definir suas datas.

Curiosamente, esta estação ocorre justamente no verão, quando as temperaturas se elevam um pouco mais durante o dia, mas ainda permanecem mais baixas a noite.

Portanto, de novembro a março é a época com maior incidência de chuvas, a cidade de fato está mais vazia, os preços estão mais baixos, mas muito roteiros ficam fechados, portanto, se a intenção é aproveitar Cusco e as regiões próximas, não recomendo esse período.

Clique e confira também: melhor época para viajar para Buenos Aires: quando ir?

 

6 opções de hospedagem que valem a pena em Cusco

($) Se você quer economizar, o Hostal Qorichaska e o Ayenda Estancia San Pedro são pousadas boas e baratas.

($$) Com bom custo-benefício, a Cozy Room Cusco e a Príncipe III são confortáveis e bem localizadas.

($$$) Mas se você quer algo mais bacanudo, o Union Hotel Cusco e a Mistico San Blas Boutique Hotel são excelentes.

-> Clique aqui e veja as melhores promoções de hospedagem em Cusco.

3. Quantos dias ficar em Cusco?

Cusco é uma parte importantíssima da história, é a antiga capital do Império Inca e embora muitas pessoas a vejam apenas como um ponto de partida para Machu Picchu, esse destino garante inúmeras experiências incríveis e por isso é bacana reservar alguns dias de sua viagem ao Peru para conhecê-la melhor.

O ideal é planejar uma viagem com um objetivo em mente: não fazer nada com pressa, afinal, você precisa considerar a altitude em que Cusco está, ou seja, mais de 3000 metros acima do nível do mar, o que significa que definitivamente, nós, brasileiros não estamos acostumados.

Portanto, fazer as coisas com calma irão garantir que você faça uma adaptação climática mais tranquila, de forma a evitar o mal estar causado pela altitude.

Sendo assim, recomendo uma viagem com uma parada de pelo menos 4 dias em Cusco para aproveitar bem e realizar as principais atividades na cidade, além de mais 1 dia (pelo menos) destino a sua trajetória para Machu Picchu.

Com esses 4 dias em Cusco passeios como a Montanha de 7 cores, o Vale Sagrado e o City Tour poderão ser feitos com muita tranquilidade.

Claro que se não tiver disponibilidade de todo esse tempo, tente ficar pelo menos 2 dias em Cuscu e reserve mais 1 para Machu Picchu.

O legal mesmo e anotar toda as dicas de Cusco e o que fazer na cidade para conseguir alinhar o tempo que ficará por lá.

Dicas de Cusco

Dicas de Cusco: Pontos turísticos famosos na cidade. Foto: Paula Rocha.

4. Dicas de Cusco: como se locomover

Cusco tem de tudo: táxi, ônibus, transporte turístico, carro alugado e o transporte usado desde os primórdios da humanidade: nossos pés!

E é tudo muito barato, assim como tudo no Peru.

Táxi

Esse é o meio de transporte mais popular entre os turistas no Peru e por sorte, isso se estende a Cusco.

Lá tem tudo, carros novinhos em folha e outros que mais um pouco desmontam enquanto estão andando.

O IMPORTANTE de destacar aqui é que lá os automóveis não usam taxímetro, logo, toda corrida precisa ser previamente negociada, não entre no carro e siga viagem sem antes perguntar, afinal, depois que você andou fica difícil questionar o preço, né?

Os táxis podem fazer corridas curtas ou mais longas, por isso, SEMPRE negocie antes e se perceber que o valor é muito alto, aguarde o próximo motorista.

Carro alugado

Como muitos passeios estão distantes da região central de Cusco, muitas pessoas optam por pegar um carro em uma agência, mas olha, particularmente falando, não acho essa a melhor opção.

O trânsito em Cusco é caótico e se para os nativos que estão acostumados já é difícil, imagine para quem não conhece, portanto, sugiro que deixe essa alternativa em último caso e caso deseje algo mais privativo, contrate o serviço de carro alugado com motorista, o valor é mais alto, mas pelo menos andará tranquilo.

Ônibus

É uma opção para as viagens com objetivo de economizar ao máximo, são muitas opções, mas são lentos, desconfortáveis e muitas vezes estão cheios.

A pé

O meu meio de transporte favorito é um tradicional “pé” rsrsrs. Sim, eles são muito uteis em Cusco e te levarão a muitos lugares de forma gratuita.

Aproveite para conhecer o centro histórico e as redondezas da cidade e use o táxi apenas para distâncias mais longas.

meios de transporte

Como se locomover em Cusco – meios de transporte. Foto: Paula Rcoha.

5. Como chegar em Cusco: dicas para economizar

Para colocar em prática as dicas de Cusco e o que fazer na cidade, é necessário primeiro descobrir como chegar né?

A melhor forma de chegar a Cusco é de avião.

Porém não é possível sair do Brasil diretamente para ser destino final, logo, é preciso parar em Lima, a capital do Peru e dali seguir viagem em um outro voo com direção a Cusco.

O voo desembarcará no Aeroporto Internacional Alejandro Velasco Astete ou como é popularmente conhecido “Aeroporto de Cusco”.

Embora seja pequeno, o aeroporto oferece voos diários com grandes companhias aéreas, como a Latam.

O melhor é que seu desembarque ocorre bem próximo ao centro da cidade e de lá, basta pegar um táxi em direção ao seu hotel.

Há ainda uma segunda maneira de ir de Lima até Cusco, mas olha, já vou adiantar que embora seja mais barato, não compensa.

De avião em apenas 1 hora você chega a antiga capital Inca, por sua vez, se decidir ir de carro ou ônibus leva mais de 20 horas e as estradas não são nada confortáveis, logo, se torna uma viagem bem cansativa.

Dicas de PunoVeja tambémDicas de Puno

Passagens áreas

Como eu disse anteriormente no “como chegar”, infelizmente não existem voos diretos do Brasil para Cusco, porém existem formas de economizar quando for comprar suas passagens aéreas para o Peru.

A dica padrão é pesquisar com bastante antecedência passagens aéreas para seu destino, assim é possível conseguir promoções incríveis que poderão te levar ao Peru gastando menos de 2 mil reais em um trecho de ida e volta, partindo de SP.

Quando não for possível se programar antes, use MILHAS.

Por exemplo, em nossa viagem para Argentina, saímos de SP pela Air Canada na classe executiva e gastamos 30 mil milhas, o que deu R$680.

E bom, convenhamos que gastar menos de R$700 em uma viagem de executiva é absurdamente barato, né?

Existem inúmeras formas de se cadastrar em programas de milhas, é realmente algo que vale muito a pena.

Aliás, aqui no site temos um artigo completo sobre como usar o Google Flights e encontrar passagens baratas, portanto, não deixe de clicar e conferir para dar uma boa economizada nessa trip e tentar tornar o seu medo de quanto gastar para viajar para o Peru um pouco menor.

Veja também: Como se locomover em Buenos Aires: melhores meios de transporte.

6. Melhores passeios de Cusco: principais atividades

Muita gente resume Cusco em Machu Picchu, mas olha tem muita coisa pra fazer por lá e vou te contar um pouco sobre as atrações e sobre as que são possíveis fazer de graça.

Portanto, confere as dicas de Cusco e o que fazer na cidade pra não deixar nada pra trás.

O que fazer de graça em Cusco

Plaza de Armas

Localizada bem no centro histórico da cidade, a Plaza de Armas é o ponto de partida de muitos passeios que saem de Cusco.

Com um conjunto arquitetônico majestoso e rodeada por lojas, bares e restaurantes, é um local que está sempre movimentado.

Igrejas

Pertinho da Plaza de Armas, está a Igreja de São Pedro, outro lugar que preserva a história de Cusco. Construída no século XVI pelos Jesuítas, é um espaço de fé e reflexão da cidade.

Além dela existem muitas outras, a Igreja de La Compañia de Jesús tem uma vista incrível da cidade e os turistas podem acessá-la pagando R$12.

Muro de Pedra dos 12 ângulos

Bem próximo de Plaza de Armas está o retrato fiel de como os Incas eram seres absolutamente preocupados em esculpir com perfeição.

O local também é sempre movimentado, então não terá dificuldades para encontrá-lo.

Mirador de San Cristóbal

Próximo dos arredores da cidade, cerca de 15 a 20 minutos de caminhada está o mirante de San Cristóbal, de lá dá pra ver toda a cidade.

É lindo!

Mercado de San Pedro

Outra atração que não pode ficar fora do seu roteiro principalmente por ser um lugar em que dá pra fazer um super roteiro gastronômico peruano é o Mercado de San Pedro, além de comidas, sucos, frutas, lá também há feirinhas de artesanato.

A entrada é gratuita.

Templo da Luna

Esse é para os místico. A cerca de 1 hora do centro de Cusco , lá existe uma caverna com um altar que data de séculos antes, além de inúmeras figuras esculpidas em pedra em seu entorno.

Passeios gratuitos em Cusco

Dicas de Cusco: O que fazer na cidade de graça. Foto: Paula Rocha.

Passeios pagos em Cusco

City Tour

Esse é um dos passeios mais recomendados, além de durar 3 horas e passar pelos principais pontos turísticos da cidade, dentre eles Puca Pucara e o famoso Cristo do Branco e o melhor é que ainda tem um preço super atrativo, cerca de R$35.

Valle Sagrado

Esse é um tour incrível e recomendo que o faça antes de ir à Machu Picchu.

O Vale Sagrado dos Incas reúne 14 vilarejos e cidades que mantém suas tradições e costumes ao longo do tempo.

O passeio turístico passa por 3 dessas:  Pisac, Ollantaytambo e Chinchero e você poderá contemplar sítios arqueológicos, montanhas e igrejas.

Montanha de sete cores

Certamente se você conhece alguém que foi a Cusco, verá as fotos dessa pessoa nesse lugar e há razões para isso, a primeira e mais importante: é impressionante!

Ela está a aproximadamente 130 km de Cusco e suas tonalidades diversos fazem da Montanha de Vinicunca um arco-íris na terra.

Laguna Humantay

Esse também é um dos mais famosos e depois de uma longa caminhada que pode demorar entre 1hr 30 ou 2 horas é possível vislumbrar a lagoa azul turquesa que encanta viajantes do mundo inteiro.

Assim como a Montanha de Sete Cores, este passeio também irá ocupar um dia inteiro seu.

Machu Picchu

Esse passeio não dá pra ficar de fora, né? é queridinho dos viajantes e existem inúmeras formas de visitá-lo, inclusive no modelo bate-volta de 1 dia.

Cada roteiro contempla uma forma diferente de chegar e de conhecer Macchu Picchu, mas o objetivo é o mesmo: ver de pertinho os sítios arqueológicos mais famosos do mundo, além de contemplar as paisagens peruanas que de fato são espetaculares.

Morada dos Deuses

Esse é um passeio novo, então é uma super dica pra vocês.

O ônibus custa apenas R$1,20. Pegue o Expreso Santiago na frente do hotel Chinkana Del Inka sentido Sencca.

Depois do ponto final, pegue um táxi rumo a Morada do Sol, são cerca de 2km.

O passeio custa apenas R$18 e você irá contemplar inúmeras esculturas feitas pelos nativos para homenagear a cultura andina, inclusive, acredite um pênis gigante representando a viralidade, vitalidade e a fecundidade e tudo ligado aos povos Incas.

City Tour em Cusco

City Tour em Cusco. Foto: Paula Rocha.

7. Dicas de Cusco: onde comprar coisas baratas

Essa é uma das dicas mais importantes para quem está indo a Cusco, então anota aí!

Imagino que assim como eu quando você viajar para outro país ou mesmo outro estado, fica louco para comprar lembrancinhas e coisas típicas da região para levar para seus amigos e família e essas tranqueirinhas que compramos acabam sendo um gasto considerável em nossa viagem.

Bom, no Peru não é diferente, você certamente ficará encantado por tudo: roupas, objetos de decoração, bolsas, chaveiros…Portanto, vou ajudá-los a economizar com isso.

Nós achamos a loja mais barata de Cusco e ela fica bem próxima ao Muro das Pedras dos 12 ângulos, lá é uma loja de fábrica e por isso tudo é tão barato.

E sim, é tudo muito barato.

Durante o City Tour é feita uma parada em uma loja de roupas peruanas e que chega a custar R$300 uma blusa, já na Artesanais Asunta a mesma roupa e com a mesma qualidade custa R$35.

É também o lugar para comprar lembrancinhas, acredita que lá 6 chaveirinhos custam 5 soles, ou seja, pouco mais de R$6. As bonecas peruanas então que você paga R$18 e leva duas, além dos ponchos com estampas características típicas do Peru por apenas R$35.

Tem coisas ainda mais baratas lá, portanto, não deixe de anotar essa dica de Cusco e o que fazer na cidade: conhecer a a loja mais barata do Peru.

Dicas de cusco

Loja mais barata de Cusco. Foto: Paula Rocha.

8. Onde comer em Cusco: melhores restaurantes

Esse é um país de uma das melhores gastronomias do mundo, na minha opinião e com os melhores custos também.

Aliás, o Cusco é uma das cidades em que o que não vão faltar são opções de onde comer com preço justo e acessível.

Por isso, fica por aqui pra eu te mostrar que são inúmeras as opções e além das comidas típicas peruanas, você também encontrará restaurantes que servem pratos de outros países, ou seja, fome em Cusco ninguém vai passar.

São muitas dicas de Cusco e o que fazer na cidade, principalmente quando o assunto é culinária.

Melhores restaurantes de Cusco

Mercado de San Pedro

Já recomendado como passeio turístico, o Mercado de San Pedro é também um dos melhores lugares para se comer em Cusco.

De fato não há nada de glorioso e glamouroso por lá, são apenas barracas, mas olha, se quer provar a comida peruana tradicional, esse é um dos melhores endereços.

É possível pedir uma refeição completa com pratos típicos incluindo um leite de tigre, ceviche, sopa de milho por por apenas R$15.

Organika

Esse restaurante está a apenas 5 minutos caminhando da Plaza de Armas e é uma excelente opção para viajantes.

A altitude é realmente um problema para quem não está acostumado e portanto, se alimentar bem e com coisas mais leves é fundamental, afinal até a digestão a danada da altitude costuma atrapalhar.

Lá é possível encontrar um menu com inúmeras opções que vão desde pizzas, massas a sopas e comidas vegetarianas e o melhor, com um preparo e escolha de alimentos mais saudáveis e leves.

Chicha

Referência na culinária peruana, o Chicha é ótimo para quem quer provar comidas típicas, além de ser um estabelecimento famoso por respeitar a cultura andina.

Está sempre cheio em razão de sua popularidade, logo, recomendo que reserve com antecedência caso queira conhecê-lo.

Blue Alpaca

Esse restaurante é famoso como hamburgueria, mas serve outros pratos tradicionais como o lomo saltado em seu menu.

É um dos mais visitados em Cusco e é famoso ainda pelos nachos com guacamole.

Cicciolina

Um dos restaurante mais famosos de Cusco e não é pra menos.

O lugar é super bonito, bem decorado e a comida é um espetáculo.

Os preços são mais altos que em outros restaurantes da cidade, mas ainda bem em conta se formos comparar com outros destinos.

Entrada, prato principal e sobremesa irá custar em média 120 soles.

O que comer em Cusco? comidas típicas

Dicas de Cusco e o que fazer na cidade trazem as comidas típicas como referência turísticas, portanto, desculpa quais são os pratos mais pedidos por lá.

  • Lomo saltado;
  • Ceviche;
  • Carne de Alpaca;
  • Picante de Cuy;
  • Anticuchos.
Gastronomia peruana

Dicas de Cusco: Gastronomia Peruana. Foto: Paula Rocha.

9. Onde ficar em Cusco: melhores hotéis

Cusco é um lugar que tem muitas opções de hospedagem, portanto, vou trazer algumas dicas bem legais de onde ficar com preços legais.

Intiwatana Hotel Boutique

O Intiwatana Hotel Boutique é um excelente opção, principalmente por estar localizada a apenas 50 metros da Plaza de Armas de Cusco.

Os quartos estão equipados com Tv e banheiro privativo, além de Wi-Fi nas áreas comuns e café da manhã incluso.

  • Diárias a partir de R$200 o casal.
  • Clique aqui e verifique a disponibilidade nas datas da sua viagem.
Foto da galeria desta acomodação

Acomodação no hotel Intiwatana – Dicas de Cusco: o que fazer na cidade. Fonte: Booking.

Koyllur Inn

O Koyllur Inn está localizado no centro histórico de Cusco, próximo de inúmeros pontos turísticos.

Os quartos possuem uma decoração simples, com elementos ligado a cultura peruana e estão equipados com banheiro privativo e TV.

Além disso, é possível tomar chá de coca gratuitamente o dia inteiro e o hotel possui ainda um excelente café da manhã.

  • Diárias a partir de R$240.
  • Clique aqui e verifique a disponibilidade do hotel nas datas da sua viagem.
Foto da galeria desta acomodação

Quarto para casal no Koyllur Inn. Dicas de Cusco: o que fazer na cidade. Fonte: Booking.

Todos os nossos artigos do Peru

Quer saber mais sobre o Peru? Clique e confira todos os nossos artigos sobre esse país lindo!

Comentários

  • Avatar de quem comentou

    Lucas

    27 de junho de 2023

    Olá! Vocês têm indicação de onde podemos adquirir os passeios de Cusco? Além disso, sabem dizer se é praxe os hotéis permitirem deixarmos as malas durante a visita à Machu Picchu (mesmo após o checkout) para buscarmos na volta, já que o trem que leva até Águas Calientes só permite levarmos pouca bagagem?
    Obrigado!

    reply...
    • Avatar de quem comentou

      Paula Rocha

      15 de outubro de 2023

      Oii Lucas, td bem? é praxe sim, pode deixar as malas sem problemas! sobre passeio em Cusco o que eu sempre recomendo é por no google maps “Cusco” pra mostrar a cidade e dps “agencia de viajes” pra mostrar todas as agencias de lá, ai vc filtra por classificação 4* ou 4.5* que vai mostrar as melhores 🙂

  • Avatar de quem comentou

    Micheli

    30 de julho de 2022

    Gratidão infinita por este rico compartilhar Fran! Fiz todo meu planejamento com base nas suas informações! Bora lá!!

    reply...
    • Avatar de quem comentou

      Paula Rocha

      2 de agosto de 2022

      Oii Micheli, fico feliz q a gnt tenha ajudado! Você vai gostar bastante do Peru. Boa viagem 🙂

Envie um comentário

Viajando com a Mala Rosa