Principais atrações de San Andrés

Nesse post eu vou falar sobre as principais atrações de San Andrés, esta incrível  ilha, com um dos mares mais lindos que eu já vi.

Vou dar muitas dicas de como conseguir economizar pagando pouco nos passeios e o porque eu achei o mergulho com as mantarraias um circo dos horrores.

Em todos os destinos que fomos nessa volta ao mundo, procuramos fazer os principais passeios de cada lugar.

Em san Andrés não foi diferente, então, dividimos os passeios em terrestres e aquáticos.

Sendo os terrestres, lugares que poderíamos chegar por terra e os aquáticos com o auxilio de barcos.

Praia de Jhonny Cay em San Andrés

Principais atrações de San Andrés

San Andrés é a maior ilha e também capital do departamento de San Andrés, Providência e Santa Catalina.

Aos redores de San Andrés, também é possível encontrar outras ilhotas menores, que são onde acontecem os principais passeios mais perto da costa, Johnny Cay, Cayo Haines e Aquário.

Para chegar nessas ilhas será preciso pegar um barco.

Lancha indo para o passeio

Passeios baratos em San Andrés

San Andrés é um destino bem em conta para se viajar, barato mesmo.

Mas encontramos uma maneira de você conseguir economizar ainda mais na ilha.

Não pegue seus passeios com hotéis, agências de turismo ou pela internet... Muitas vezes você vai gastar dobrado.

Para comprar passeios mais baratos em San Andrés, siga até o Porto marítimo de Casa De La Cultura, da pra ir a pé a partir do centrinho.

Assim que chegar no porto você vai se deparar com várias barraquinhas que oferecem passeios.

Nós pegamos com a Tiempo de Viajar, mas tem muitas outras e todas com preços baixos.

Passeio de dia cheio para Johnny Cay, Acuario, …

Passeio de barco por San Andrés

O ideal é chegar cedo, assim você já consegue pegar o passeio para aquele mesmo dia.

Nós optamos por pegar o passeio de dia cheio, Assim já conhecemos o Aquário, Cayo Haines, Johnny Cay, Mantarayas e Manglares

Esse passeio custou COP 35,000 (R$39,00) e pegando nos hotéis e agências sairia bem mais caro.

Dica – Para fazer esse passeio você deve ter sapatilhas aquáticas, e no próprio porto você compra por COP 15,000/R$17,00.

Caso queira comprar máscaras de snorkel lá também vende a partir de COP13,000/ R$15,00.

O passeio durou o dia inteiro, pra gente foi o suficiente e foi bem bacana. Porém estava muitooo cheio.

Se você quer aproveitar mais esse lugar incrível eu recomendo fazer esse passeio separado e passar o dia todo lá.

O primeiro barco para as ilhas sai às 8:30 da manhã, horário ideal para quem quer aproveitar ao máximo o dia.

Mas se você perder a hora como eu, não se preocupe, poderá embarcar em outros horários, o último barco sai as 11hs da manhã.

Sapatinhos vendidos no porto

Passeio para Johnny Cay, Aquário, Cayo Haynes

As principais atrações de San Andrés estão nesse passeio de dia cheio que citei acima e vou contar agora como foi a minha experiência.

Como eu perdi a hora peguei o barco das 10h30. Após 10 min de muitos balanços no mar, devido ele estar contra as ondas, chegamos na primeira parada que era Jonny Cay.

Mar em Johnny Cay, San Andres

Johnny Cay

Cercada de piscinas naturais, água cristalina, com areias branquinhas e fofas está essa encantadora e pequena ilha.

Um cenário que parece de filme, de tão lindo que é o lugar.

Cheguei na ilha pouco mais de 10h30 da manhã, horário esse que estavam chegando muitos outros passeios.

Tempo esse que achei o suficiente para aproveitar o lugar.

Assim que chegamos estava muito cheio, mas depois as pessoas foram dispersando e o número de gente foi diminuindo.

Ao desembarcarmos fomos encaminhados para um restaurante, onde foram passadas as informações, horário de saída e também fora feita a reserva do almoço.

O horário de saída para o próximo passeio estava marcado para às 2 da tarde.

Vista do drone de Johnny Cay, San Andres

Preços em Johnny Cay

Meu passeio já estava incluso a taxa da ilha que é de COP5,000/ R$6,50.

O almoço é oferecido a partir de COP30,000/ R$34,00

Para usar o banheiro é necessário pagar COP1,000/ R$1,30

A cerveja custa COP5,000/ R$6,50 e o refrigerante COP4,000/ R$5,00

O coco loco (drink tradicional servido no coco) custa COP15,000/ R$18,00.

Aluguel de barraca de sol com duas cadeiras custa COP40,000 / R$47,00

Dica: Eu levei meu cooler com cervejas, alguns amendoins e água.

Um bom bebedor de cerveja sempre está acompanhado do seu cooler.

Para saber os preços de todas as coisas dessa viagem eu recomendo você a ler o post Quanto custa viajar para San Andrés.

Praia norte de Johnny Cay, San Andres

O que fazer em Johnny Cay ?

A ilha não é grande, e tudo pode ser feito a pé. Em pouco mais de meia hora você dá a volta completa.

Johnny Cay é o lugar ideal para você descansar a sombra de um coqueiro, aproveitar sua linda praia no mar de sete cores, beber um bom coco loco e relaxar.

Se você gosta de snorkel também é o lugar ideal para observar a vida marinha, que é muito rica nessa área.

Ao fazer a volta na ilha não se assuste ao se deparar com enormes iguanas que por ali circulam, elas são curiosas e chegam muito perto de você.

Dica: Por mais que você não tenha medo desse bichos não chegue muito perto deles, eles podem atacar.

Às 2 da tarde nós pegamos o barco para seguir para o Acuario.

Área de descanso em Johnny Cay, San Andres

Manguezais de San Andrés

Antes de chegar no Aquário o barco passa por um caminho percorrendo os manguezais de San Andrés.

Esse trajeto com águas esverdeadas cercado de vegetação, me lembrou muito minha viagem por Manaus no Amazonas, que lugar lindooo também.

A embarcação seguia lentamente pelos contornos que o mangue fazia na água, enquanto isso o guia ia nos contando das pescas de caranguejos e os animais que por ali moravam.

Essa parte do passeio durou aproximadamente 20 minutos.

Era apenas um momento de relaxamento dentro do próprio barco.

Seguimos para o que era dito ser uma das principais atrações de San Andrés, o Aquário.

Manguezais, San Andres

El Acuario na ilha de San Andrés

Conhecido como o Aquário natural de San Andrés esse lugar tem as águas mais claras que eu vi no mar de sete cores.

A areia é clarinha,  permitindo uma visão da água transparente, possibilitando usar snorkel e ver peixes, ouriços e  mantarraias.

Essa parte do Aquário é muitoooooo cheia, sério!

O recomendado mesmo é fazer esse passeio separado, em apenas um dia.

Isso porque em alguns momentos do dia aquele espaço fica menos cheio. Mas nunca totalmente vazio.

Como fiquei impressionada com a quantidade de gente, eu li alguns relatos no TripAdvisor onde muitas pessoas também reclamaram da super lotação do local.

Multidão Aquario, San Andres

No aquário de San Andrés tem um bar/restaurante, local esse onde as coisas também são carinhas.

Logo a frente do Aquário é possível avistar a ilha de Haynes Cay, também conhecida por Cayo Haney.

Cayo Haney pode ser acessada a pé por dentro da água. Aliás, isso é uma das principais atrações de San Andrés.

Todos atravessam por uma especie de caminho dentro das águas.

Nesse momento é necessário estar com seus sapatinhos aquáticos.

Ixiii e se eu esquecer os sapatinhos ?

Ele poderá ser alugado por COP10,000 (R$12) no próprio Aquário, quase o preço de comprar um par lá no porto.

Vista aérea Acuario, San Andres

Travessia a pé no Aquário natural de San Andrés

A travessia feita a pé do Aquário natural de San Andrés para ilha de Haynes Cay é bem tranquila, a outra ilha está apenas 60 metros dali.

Nessa passagem cuja a água bate pouco acima da cintura o ideal é ir com calma, não por ser perigoso, até pra mim que morro de medo do mar, foi tranquilo.

Falo isso mais por ter muitos corais e mesmo com o sapatinho é perigoso se cortar.

Dica: se você tiver aquelas bolsas impermeáveis é ideal usa-las nesse passeio.

Tanto durante a travessia dentro do barco, quanto a pé pelo Aquário suas coisas podem molhar.

Como eu não levei tinha uma bolsa dessas acabei molhando a mochila toda.

Isso logo no começo do passeio que o mar parecia que ia invadir todo o barco.

Vista aérea Haynes Cay e Acuario, San Andres

Haynes Cay / Cayo Haney

Nessa ilha o ideal mesmo é levar uma canga e dar uma descansada por lá.

Existem alguns bares por ali que vendem drinks a partir de COP15,000/ R$18,00.

Se pretende comer ou beber alguma coisa nessa ilha é o melhor lugar, não que seja mais barato que do outro lado no aquário,  e sim por ter mais espaço e um pouco mais de estrutura.

Passei pouco tempo na ilha e mais tempo na água procurando peixinhos.

Porém eu não sei se foi o horário, mas pouco vi peixes próximo ao aquário.

O tempo de parada do passeio do aquário é de 2 horas.

As 5 da tarde começamos a nos organizar pra voltar ao barco.

Alias que desorganização que é… um monte de barcos juntos e ao mesmo tempo tentando pegar as pessoas, parecia um formigueiro.

Multidão na hora saída do Acuário, San Andres

Mergulho com as mantarraias

O que era pra ser uma das principais atrações de San Andrés acabou se tornando um circo!

A poucos minutos do Aquário natural o barco parou e o guia desceu na água chamando as pessoas para fora do barco.

O lugar é lindooo, calmo e com água bem cristalina, e lá estava elas, as mantarraias, tinham de todos os tamanhos.

Quando vi os guias dos barcos tirando elas da água para os turistas carregarem eu achei um absurdooooo.

Eu não entendo muito do assunto, mas ver as bichinhas sendo tiradas da água pra fazer fotos e sendo puxada por outros guias como se fossem um saco de lixo.

Ridículo mergulho com as mantarraias

Fiquei puta da vida…Nem do barco eu desci!

Graças a Deus a parada nas mantarraias durou pouco mais de 20 minutos.

A maioria das pessoas do nosso barco não quiseram participar desse espetáculo de circo.

Após essa parte trágica do passeio o barco seguiu para próximo de um grande barco encalhado, nesse local pudemos avistar as várias cores do mar de San Andrés.

O barco retornou por volta das 6 horas da tarde para o porto e assim foi a minha experiência, com as principais atrações de San Andrés feita no passeio de dia cheio.

Navio encalhado em San Andres

Conclusão

O passeio do dia cheio foi bem legal, aproveitei muitooo e também  é muito barato, ideal para aqueles que não querem gastar muito e também para aqueles que como eu preferem passar menos tempo em barcos no mar.

A parte ruim foi a forma de entrar e sair da embarcação, o mar agitado e você tendo que virar contorcionista para conseguir entrar e sair do barco.

Eu já senti dificuldade pra retornar ao barco, fiquei imaginando quem tem problemas de coluna.

Outra coisa a se pensar é  a questão da super lotação dos locais visitados.

Se você está atras de sossego é melhor fazer os passeios separados em dois dias.

Vista aérea de Johnny Cay, San Andres

Cayo Bolivar está fechado!

Cayo Bolivar era uma das principais atrações de San Andrés, eu digo que era porque este paraíso já está fechado faz alguns anos.

Para saber o motivo desse paraíso estar fechado recomendo a leitura do post Cayo Bolivar está fechado.

Para saber mais sobre a ilha, recomendo ler o nosso Guia de San Andres.

Paula Rocha: Eu sou Paula Rocha, nascida e criada na pitoresca cidade de Pirapora do Bom Jesus, SP. Apaixonada pelos animais, pela cor rosa e por globinhos de neve. Gosto de cerveja gelada, comer sem frescura e de viajar o máximo possível pagando o justo. Bora viajar?