Top

Como se locomover em Buenos Aires: melhores meios de transporte

Como se locomover em Buenos Aires: principais meios de transporte, como economizar e preços

Por ser uma grande e cosmopolita cidade, saber como se locomover em Buenos Aires não é difícil! Para te mostrar isso, separamos neste artigo as principais dicas de meios de transporte por lá, desde a saída do aeroporto até visitar pontos turísticos. .

Em Buenos Aires há uma grande oferta de meios de transporte público, bem como serviços privados, como aplicativos de corrida. Tudo funciona super bem! O que muda mesmo é o preço.

Nós fomos à Argentina recentemente e pagamos quase nada para usar o transporte público (em alguns casos, usamos de graça! Logo mais explicamos o porquê), e até mesmo um serviço de aplicativo saiu super em conta – o Didi é o mais barato, já anota aí!

Além disso, seja trem, metrô ou ônibus, todos nos deixam bem pertinho dos pontos turísticos, facilitando muitooo a vida. Mas e então, bora conhecer e entender como funciona o transporte em Buenos Aires e como se locomover por lá?

Informações importantes da Argentina

Antes de viajarmos para o exterior, precisamos saber algumas informações básicas para não passar por perrengues, certo?

Então, confira as principais dicas sobre a Argentina que você precisa saber antes de viajar.

  • Onde fica a Argentina: a Argentina está localizada na América do Sul e faz fronteira com o Brasil, Chile, Uruguai, Paraguai e Bolívia.
  • Capital: Buenos Aires
  • Idioma: espanhol, mas os argentinos entendem bem o famoso portunhol.
  • Fuso horário: GMT-3, igual ao do Brasil. Buenos Aires tem o mesmo horário de Brasília.
  • Tomada: tomada tipo I (três pinos achatados, dois na diagonal e outro na vertical, na parte inferior)
  • Voltagem: 220V e 50 Hz
  • Precisa de passaporte? Não precisa de passaporte, apenas RG.
  • Precisa de visto?  Brasileiros não precisam de visto para entrar na Argentina
  • Moeda local: a moeda é o Peso Argentino.
  • DICA IMPORTANTE PARA ECONOMIZAR: há dois câmbios por lá na Argentina, o oficial e o paralelo. No oficial, R$ 1 vale 20 pesos, enquanto no paralelo está 40 pesos. Ou seja, se você usar cartão de crédito, trocar dinheiro no Brasil ou em casas de câmbios oficiais, irá gastar o dobro, como se tivesse viajando duas vezes! Por isso, a dica é trocar o Real ou o Dólar (em espécie) em casas de câmbios locais (a maior parte está da Rua Florida. Trocamos uma vez na Brazukas, uma casa de câmbio de brasileiros). Assim, o dinheiro rende bem mais!!
  • Vacina: ao embarcar, será solicitada a carteira de vacinação contra a COVID-19 com 2 doses da vacina. Caso contrário, precisa fazer o teste PCR. Mas também é necessário seguro com cobertura COVID-19.

Nunca feche um seguro viagem sem antes saber disso! Poucos sabem, mas existe um COMPARATIVO DE SEGUROS, onde você consegue comparar os valores de cada seguradora, garantindo o melhor e mais barato. Ver Preços

Dicas da Argentina

Como chegar em Buenos Aires

A melhor forma de chegar em Buenos Aires é desembarcar no aeroporto de Ezeiza. Embora esteja mais distante do centro (cerca de 30 km), oferece passagens com preços mais atraentes.

Aliás, outra dica para economizar é comprar as passagens aéreas pelas milhas!

Viemos pela Air Canada com as milhas smiles. Foram 30 mil milhas que custaram R$ 680 – imagina viajar na executiva por menos de R$ 700?! Tá quase de graça hahahah Se quiser mais dicas sobe isso me chama la no Instagram do Mala Rosa.

Mas se quiser ficar mais perto do centro, a opção é desembarcar no Aeroparque, mas as passagens estão mais caras.

Outras formas de chegar em Buenos Aires são:

  • Carro, normalmente saindo de Foz do Iguaçu ou Porto Alegre;
  • Barco, podendo ser de outras cidades da Argentina ou Uruguai. Aliás, aqui no site tem um artigo completo sobre como ir de carro para o Uruguai e Argentina
  • Ônibus, opção oferecida por algumas rodoviárias nas regiões sudeste e sul do Brasil.
Como chegar em Buenos Aires e economizar nas passagens aéreas

Viajando na classe executiva para a Argentina. (Foto: Paula Rocha)

 

6 opções de hospedagem que valem a pena em Buenos Aires

($) Se você quer economizar, o Duomi Plaza Hotel e o Ibis Buenos Aires Congreso são bons e baratos.

($$) Com bom custo-benefício e localizações ótimas, o Konke Buenos Aires Hotel e o Up Recoleta Hotel também têm excelentes estruturas.

($$$) Mas se você quer algo mais bacanudo, o Hilton Buenos Aires e o Palacio Duhau são ótimos!

-> Clique aqui e veja as melhores promoções de hospedagem em Buenos Aires.

 

Como ir do aeroporto de Ezeiza até o centro de Buenos Aires

A melhor forma de ir do aeroporto de Ezeiza até o centro de Buenos Aires é de ônibus. É o jeito mais fácil, prático e barato!

Não vá de carro, táxi, uber ou transfer, porque vai dar cerca de R$ 200!!

A dica é adquirir o cartão SUBE, o cartão de transporte de Buenos Aires, na loja de conveniência 25h do aeroporto.

Era o nosso plano, mas… O cartão estava em falta! E não tem nem ticket para comprar no bus.

E o que fizemos?! Trocamos o dinheiro e fomos atrás de alguém no ponto de ônibus que passasse o cartão para a gente em troca do valor da passagem (transporte público em Buenos Aires custa R$ 0,75).

Encontramos um senhor no ponto do ônibus (dentro do aeroporto) e demos 2 pesos chilenos, então ele passou o SUBE para nós e seguimos viagem! O ônibus é o número 8 com ponto final na Plaza de Mayo. Não vai parando em lugar nenhum, é diretão. Bem rápido e barato!

E nisso, economizamos R$ 198! Anota a dica hahaha

Vai alugar carro? Compare os preços no  RENTCARS, é mais barato, não cobra IOF e permite o parcelamento em até 12x! CLIQUE AQUI e economize!

Dica de locomoção em Buenos Aires: compre o cartão SUBE!

Como mencionamos anteriormente, o SUBE é o cartão de transporte público de Buenos Aires.

O cartão funciona como uma espécie de bilhete único e é utilizado não só na capital portenha, mas também em algumas cidades ao redor. Ele funciona no metrô, trem e pode ser utilizado no metrô, trem e ônibus.

Você pode encontrá-lo em várias lojinhas, quiosques e estações do metrô. Para carregá-lo, basta ir a qualquer estação de metrô.

Mas caso você vá e não tenha o SUBE para venda, como aconteceu com a gente, deixam você usar o transporte público de graça! Basta avisar o pessoal que não conseguiu o cartão nos guichês que eles liberam.

  • Preço da passagem em todo transporte público em Buenos Aires: R$ 0,75

Veja também: Quanto custa viajar para Buenos Aires

Como é o transporte público em Buenos Aires?

O transporte público em Buenos Aires funciona muito bem! Tem ônibus, trem e metrô, com diversos pontos e linhas perto dos principais pontos turísticos.

Além disso, o tempo de espera entre um e outro é curto, facilitando e agilizando a locomoção.

Dá para ir para qualquer lugar de ônibus, pode ir sem medo! Alguns metrôs são velhinhos, mas outros são bem novos!

Veja também: O que fazer em Buenos Aires de graça: principais atrações

Como se locomover em Buenos Aires de ônibus

Chamado de colectivo, o ônibus é uma forma rápida e acessível de se locomover por Buenos Aires.

Por possuir pontos em todos os bairros da cidade, com suas mais de 180 linhas que possuem roteiros ligando toda a região metropolitana e cidades próximas, é o meio de transporte mais utilizado pelos moradores.

Um grande diferencial da prestação de serviços deste transporte é que as linhas rodam 24h por dia, todos os dias. Eles somente aumentam o intervalo entre os horários de parada após às 23h.

Mas atenção: os ônibus não aceitam dinheiro, apenas o cartão SUBE !

Como se locomover em Buenos Aires: ônibus

O ônibus em Buenos Aires funciona super bem e um ótimo meio de se locomover. (Foto: Paula Rocha)

Como se locomover em Buenos Aires de trem

Em vários momentos, seu roteiro de passeio vai passar por estações de trem: seja saindo do metrô, seja complementando um trajeto feito anteriormente de ônibus ou a pé.

Buenos Aires possui quatro diferentes terminais rodoviários: Federico Lacroze, Retiro, Once e Constituición. Como todo transporte público na cidade, é uma opção econômica e eficiente para se locomover.

Ao comprar uma passagem de trem e entrar no vagão, não se esqueça de manter a passagem com você durante todo o trajeto, pois ela pode ser solicitada a qualquer momento do percurso. Os trens são muito utilizados para conhecer pontos turísticos mais distantes da capital, contando, inclusive, com rotas para cidades próximas.

As rotas para outros cidades mais utilizadas pelos turistas são:

  • Buenos Aires x Rosário: saídas diárias, da Estação Retiro. Esse trajeto para nas oito estações de trem entre Buenos Aires e Rosario, tanto na ida, quanto na volta.
  • Buenos Aires x Córdoba: saídas de Buenos Aires duas vezes por semana, geralmente às segundas e sextas, da Estação Retiro. Esse trajeto para nas doze estações de trem.
  • Buenos Aires x Tigre: saídas de Buenos Aires todos os dias, também da Estação Retiro. Apesar de serem dezessete estações compondo o trajeto, a viagem tem duração de cerca de 50 minutos.

Metrô em Buenos Aires

O metrô de Buenos Aires é uma das principais formas de locomoção na cidade.

É dividido em seis linhas, cada uma representada por uma letra:

  • A, azul claro
  • B, vermelha
  • C, azul escuro
  • D, verde
  • E, roxa
  • H, amarela

As linhas cobrem grande parte da cidade, garantindo uma maior rapidez ao percorrer as distâncias de um ponto a outro e muitas das paradas estão conectadas às estações de trem.

De metrô, é possível chegar a vários dos pontos turísticos, como pode-se ver abaixo:

  • A – Plaza de Mayo, Obelisco, Casa Rosada; Puerto Madero, Congreso
  • B – Rua Florida, Obelisco, Puerto Madero, Abasto Shopping; Casa Rosada, Congreso
  • C – Obelisco, San Telmo, Casa Rosada, Teatro Cólon; Retiro, Congreso
  • D – Obelisco, Plaza de Mayo, Zoo de Palermo, Jardim Botânico, Rosedal, Bosques de Palermo, Alto Palermo Shopping, Praça Cortazar; Cemitério de Recoleta, Teatro Cólon, Casa Rosada
  • E – Plaza de Mayo, Casa Rosada, San Telmo
  • H – Cemitério de Recoleta

Funcionamento de aplicativos: Uber, Cabify e Didi

Se você está voltando para o hotel bem tarde da noite, ou não quer usar transporte público, pode usar tranquilamente aplicativos como Uber e Cabify, que funcionam normalmente em Buenos Aires.

Embora o Uber seja bom, não é tão barato assim.

O Cabify é o app que tem mais propaganda, mas que é o mais caro!

Por outro lado, temos o Didi, igualzinho ao Uber, só que beem mais barato!

Então, para economizar em transporte privado, utilize o Didi! É bem bom, prático e barato.

Ah, e ao usar carros de aplicativo, também faça o pagamento em dinheiro para não pagar a taxa de IOF na transação feita por cartão de crédito.

Como se locomover em Buenos Aires de táxi

Quando chegamos em Buenos Aires, muito ouvimos que andar de táxi por lá não é uma boa pedida: são muitos os relatos de rotas erradas para aumentar o preço da corrida, taxímetro adulterado, notas de troco falsas e por aí vai. Por isso, assim como em qualquer grande cidade, é ideal ter alguns cuidados ao se pegar esse meio de transporte.

Tente sempre solicitar um táxi pelas rádios-taxi ou cooperativas. O valor é o mesmo, porém, há uma segurança adicional pela empresa por trás da prestação de serviço. Veja sempre a rota via Waze ou Google Maps, principalmente nos trajetos mais longos.

E tente sempre pagar em dinheiro com o valor mais próximo possível da corrida para não precisar de troco. Seguindo esses cuidados, com certeza o táxi será mais um dos bons meios de se locomover em Buenos Aires. Embora, claro, meio caro.

Planeje-se com antecedência: Saiba qual é a Melhor época para viajar para Buenos Aires: quando ir?

Como se locomover em Buenos Aires de bicicleta

Se você curte pedalar, uma ótima opção para se locomover em Buenos Aires são as bicicletas. Esse meio de transporte é tão consolidado que a própria prefeitura possui um sistema de aluguel, chamado Ecobici.

Para utilizar o Ecobici, basta baixar o aplicativo de mesmo nome, fazer o registro e cadastrar a forma de pagamento. No app é possível visualizar as estações com bicicletas disponíveis, as distâncias entre os pontos e os valores que deverão ser pagos, de acordo com os percursos e o tempo.

O serviço funciona 24h, todos os dias da semana e o tempo limite com uma mesma bicicleta é de 1h nos dias da semana, e de 2h nos finais de semana.

Preços

  • Ticket 24h: 670 Pesos Argentinos
  • Ticket 48h: 850 Pesos Argentinos

Ônibus turístico em Buenos Aires

Se você quer comodidade, uma das melhores formas de se locomover e de conhecer Buenos Aires é através do Buenos Aires Bus, um ônibus hop-on, hop-off.

É um ônibus turístico que faz a volta completa na cidade, em todos os principais pontos turísticos.

Funciona assim: você pega o ônibus e primeiro faz uma volta completa na cidade sem descer. Nessa primeira volta, você vai anotando os cantos em que quer parar. Já na segunda volta, você já vai parando nos pontos turísticos que quer conhecer.

Nós usamos e gostamos bastante!

Ônibus turístico em Buenos Aires

Ônibus turístico em Buenos Aires. (Foto: Paula Rocha)

Com todas essas dicas, ficou fácil encontrar os melhores formas de como se locomover em Buenos Aires de acordo com seus roteiros. Planeje com antecedência cada trajeto e veja a opção que trará um melhor custo x benefício!

 

Lembrando que toda a nossa viagem está salva nos destaques do Instagram do Mala Rosa, não deixe de seguir a gente para acompanhar tudo e pegar todas as dicas atualizadas.

Qualquer dúvida, só comentar, viu? Enfim, boa viagem!

 

Todos os nossos artigos da Argentina

Quer saber mais sobre a Argentina? Clique e confira todos os nossos artigos sobre esse país lindo!

Comentários

  • Avatar de quem comentou

    LARISSA

    16 de maio de 2022

    Muito bacana as dicas. Obrigada por compartilhar conosco.

    reply...

Envie um comentário

Viajando com a Mala Rosa