Top

Dicas de Cancún

dicas de cancún

Depois de viajar 4x para esse paraíso, escrever um texto com dicas de Cancún fica fácil!

Sim, o Viajando com a Mala Rosa já desembarcou quatro vezes em território mexicano e temos as melhores dicas para passar pra vocês, inclusive, fomos pra lá em todas as épocas do ano, por isso, temos experiência quando o assunto é trazer informações valiosas para que essa viagem saia exatamente como você planejou.

Não preciso dizer que Cancún é um lugar lindo e que o mar caribenho tem um espaço generoso no meu coração e nesta última viagem ficamos bastante tempo desbravando o que havia na zona hoteleira e nas redondezas.

Chegamos, desta forma a uma sábia conclusão rsrsrs. Cancún é realmente maravilhoso e vale super a pena ficar uns dias na zona hoteleira, mas olha, reserva mais tempo para passar em Playa del Carmen, pois além de ser mais barato, a maioria dos passeios turísticos estão mais próximos de lá!

Enfim, de tanta ladainha, porque o que não faltam são dicas de Cancún e eu tô doida pra te convencer de comprar já já uma passagem pro México.

Partiu?

Informações importantes do México

Antes de viajarmos para o exterior, precisamos saber algumas informações básicas para não passar por perrengues, certo?

Então, antes de descobrir qual a melhor época para viajar para Cancún no México, confira as principais dicas sobre o país que você precisa saber antes de viajar.

  • Onde fica o México: é um país localizado na América do Norte e faz fronteira com Estados Unidos ao Norte e outros dois países ao Sul: Guatemala e Belize.
  • Capital: Cidade do México
  • Idioma: o oficial é o espanhol, um dos idiomas mais falados no mundo.
  • Fuso horário: o fuso horário é o GMT-5 e a capital brasileira Brasília/DF está a 2 horas a frente da capital mexicana.
  • Tomada: a maioria delas é do tipo A e B e possuem dois pinos chatos e dois redondos.
  • Voltagem: 110 V
  • Precisa de passaporte? Sim, para entrar no México é necessário apresentar um passaporte válido.
  • Precisa de visto? Sim, seja por via marítima ou terrestre, os brasileiros precisam solicitar o visto junto as autoridade mexicanas. Se você tiver o visto americano, não há necessidade, mas precisa levar para apresentar porque eles pedem.
  • Vacina: ao embarcar, será solicitada a carteira de vacinação contra a COVID-19 com 2 doses da vacina. Caso contrário, precisa fazer o teste PCR.
  • Moeda local: a moeda local é Peso Mexicano, porém o dólar norte-americano é aceito na maioria dos pontos turísticos.
  • Melhor chip de internet: Telcel
méxico - informações importantes

Informações importantes sobre o México. Foto: Paula Rocha.

Onde fica Cancún

Olha, dá vontade de falar que Cancún fica no céu, porque pensa num lugar lindo.

Mas, Cancún fica mesmo no estado de Quintana Roo, na Península de Yucatán, no México.

Localizada bem distante da capital do país, mais de 1.600 km, é considerada, e não por acaso, um dos destino turísticos mais bonitos do mundo!

 

6 opções de hospedagem que valem a pena em Cancún.

($) Se você quer economizar, o Hotel Kavia Plus e o Casa Lara são estadias boas e baratas.

($$) Com bom custo-benefício, o  Vila Sofía Holiday e o Adhara Hacienda Cancún são confortáveis e bem localizadas.

($$$) Mas se você quer algo mais bacanudo, o Occidental Costa Cancún e o Hyatt Ziva Cancún são excelentes.

-> Clique aqui e veja as melhores promoções de hospedagem em Cancún, no México

1. Dicas de Cancún: o que levar na mala

Meu Deus, que sonho preparar uma mala para nada mais, nada menos que Cancún.

Eu sou assim, gente, cada biquíni é uma história que eu crio na cabeça visualizando a minha trip, vocês também são assim?

Pensando nisso, eu montei a mala ideal para essa viagem, inclusive, foi com esse check list que montei a mala rosa que levei para minha viagem e bom depois, de ir 4x a Cancún, se tem uma coisa que eu sei, é de itens que não podem faltar na sua viagem.

Portando, anota essas dicas de como montar sua mala!

Roupas e calçados

Estamos falando de praia e a depender da época do ano o calor realmente vem para castigar os turistas, viu?

Portanto, coloque na sua mala:

  • Shorts;
  • Blusinhas frescas e camisetas com tecidos leves;
  • Biquínis e sungas;
  • Calças em tecidos confortáveis;
  • Vestidos;
  • Roupas frescas para dormir;
  • Casaco – um casaco levinho;
  • Chinelos, rasteirinhas e tênis – tudo o mais confortável e fresco possível.

Acessórios

Alguns acessórios serão indispensáveis nesta trip, portanto não deixe de fora da sua mala:

  • Óculos de sol;
  • Chapéus;
  • Cangas;
  • Hidrantes corporais;
  • Hidratante labial (importantíssimo)
  • Protetor solar;
  • Carregador de celular e se possível, leve um daquelas portáteis;
  • Produtos para o cabelo e a pele, o sol e mar pedem um cuidado maior com nosso corpo!

Mala pronta, bora seguir com as dicas de Isla Mujeres?

o que levar na mala2. Melhor época para visitar Cancún: quando ir

Cancún tem de fato a melhor e a pior época para viajar para lá e eu já fui em diferentes épocas do ano, portanto, vou falar por experiência própria quando ir e principalmente quando não ir de jeito nenhum para Cancún.

Os meses entre dezembro e março como a melhor época para viajar para Cancún, no entanto, considere o fato de que é nesta época que ocorre a alta temporada, o que significa pegar estadias mais caras, praias mais cheias e passeios com preços mais altos.

Durante o mês de março há ainda o evento que lota as praias de Cancún, o Sprink Break quando estudando dos Estados Unidos e Canadá estão de férias e promovem a festa mais emblemática do México.

Não viaje entre os meses de maio a setembro e principalmente, fuja de lá durante julho e agosto, pois são os meses mais quentes e chega a ser insuportável o calor por lá.

Entre maio e setembro ocorre também a temporada de chuvas e furacões, atrelado a isso, também há incidência de sargaço de forma excessiva, ou seja, tudo caminha para ser uma viagem furada.

Agora vai uma dica de ouro, viu?

Escolha viajar durante a primeira quinzena de outubro e do mês de abril, estes meses ainda são considerados baixa temporada, portanto, tudo fica mais barato.

Veja um post completo sobre a melhor época para viajar para Cancún no México.

3. Quantos dias ficar em Cancun?

Essa é a resposta mais fácil que eu poderia dar: quanto mais, melhor!

Sim, Cancún é um lugar incrível, super badalado e tem muita coisa pra fazer, além disso, alguns lugares próximos dali não podem ficar fora do seu roteiro, portanto, se tiver tempo, dinheiro e disposição, fique pelo tempo que puder.

Mas é claro, se essa é sua pergunta, eu realmente preciso responder de forma mais precisa.

Portando, o ideal é ficar entre 4 e 7 dias inteiros é o mínimo, desta forma, você conseguirá realizar os principais passeios turísticos, desfrutar das melhores praias, experimentar a gastronomia mexicana, desbravar esse paraíso e voltar com a mala cheia de boas memórias.

Ahhh e não esqueça, se o seu hotel for All Inclusive, reserve uns dias para aproveitá-lo ao máximo, afinal, a diária não é nada barata e eles oferecem tantas coisas bacanas que vale a pena dedicar um período da sua viagem só pra ele.

Considere que está fazendo a viagem da sua vida, logo, quanto mais tempo puder dispor para aproveitá-la, melhor!

praias em cancún

quantos dias ficar em Cancún? Foto: Paula Rocha.

4. Como se locomover em Cancún: dicas para economizar

Cancún é um destino que foi pensado para receber turistas, portanto, se locomover lá é muito fácil e prático e existem várias formas seguras de conhecer a região:

  • Transporte público: por ser uma região altamente dedicada ao turismo, o transporte público mexicano também se adequou para receber os viajantes da melhor forma, portanto, há transportes disponíveis que transitam entre os pontos turísticos e a zona hoteleira, sendo esta, inclusive, a maneira mais econômica de desbravar Cancún, custando menos de 1 dólar ou 12 pesos mexicanos. É importante dizer que só é aceito o pagamento em dinheiro.
  • Táxi: esta é uma forma de locomoção muito usada, porém é uma das mais caras para transitar em Cancún. Negocie previamente o valor da corrida, se for possível e tente sempre pagar em pesos, na região da zona hoteleira os preços costumam ser ainda mais altos.
  • Carro alugado: olha, essa é uma das melhores formas de conhecer Cancún, principalmente se estiver com outras pessoas. Lá, não é necessário pedir a autorização internacional para dirigir e apenas sua habilitação nacional em validade é suficiente. Além das diárias terem preços que por vezes não chegam nem a R$100, é também a melhor forma de conhecer outras regiões de Quintana Roo.
  • Aplicativos de transporte: alguns aplicativos como Uber e Cabify funcionam em Cancún, porém não atende em todas as localidades. Esta é uma forma de prever seus custos, portanto, muitas pessoas optam pelos app’s e não pelos táxis.
  • Vans e Transfer: por fim, temos a forma mais segura de todas que é transitar pelos pontos turísticos com agência de transfer, embora seja uma opção mais cara, o fato de ter alguém de uma empresa confiável operando em seus trajetos, facilita muito a sua trip.
Dicas de HolboxVeja tambémDicas de Holbox

Como se locomover em Cancún. 5. Dicas de Cancún: como chegar

Cancún é um dos destino mais procurados por brasileiros para passar férias, lua de mel, viagens de formaturas e qualquer data comemorativa que peça pelo mar caribenho e a boa notícia para nós é que diversas companhias aéreas operam com o trajeto.

Partindo do Brasil, é possível fazer conexão com diversos países, como: Estados Unidos, Peru, Panamá e Bolívia, além disso, há ainda a opção de pegar um voo na Cidade do México, capital mexicana e seguir em direção ao paraíso.

Apenas uma companhia aérea atua com voos diretos, partindo de Brasília para Cancún, a Gol e são aproximadamente 8 horas de viagem.

O Aeroporto Internacional de Cancún (CUN) é super bem estruturado, afinal, ele é um dos que mais recebe turistas de toda a América Latina, logo, desembarcar lá é super seguro.

As passagens aéreas, principalmente após esse período mais intenso de pandemia, ficaram mais caras, portando, a recomendação é pesquisar e adquirir com antecedência para tentar preços melhores.

Outra dica boa é usar suas milhas, existem inúmeros programas que podem contemplar você com esse benefício e eles realmente ajuda.

Para chegar na zona hoteleira de Cancún, existem inúmeras formas: táxis, transfer, ônibus e carro alugado. São apenas 20 km de distância, ou seja, um pulinho, né?

6. Melhores passeios de Cancún: principais atividades

Ilhas, cenotes, ruínas, praias e mais uma infinidade de coisas, Cancún é um destino super versátil e é rota para conhecer diversos outros lugares turísticos localizados em Quintana Roo, portanto, engana-se quem acha que lá é bom só para aproveitar os resorts, muito pelo contrário, o que não faltam são atrações, portanto, trago dicas de Cancún e os melhores passeios que de fato, não podem ficar fora da sua programação.

Praias

Cancún tem muitas praias e obviamente, existem as melhores.

No geral, é sempre aquela mesma coisa chata (contém ironia): mar caribenho, águas cristalinas, areia branquinha, sol e muita agitação, portanto, vou apresentar pra vocês as melhores praias e que são bacanas de conhecer na sua passagem por Cancún.

  • Playa Tortugas: essa é uma das mais conhecidas de Cancún e possui uma excelente localização e fácil acesso. O mar é uma atração a parte, águas claras e calmas, além de ser festiva e agradável, é o destino ideal para quem quer se divertir e aproveitar para praticar atividades praianas. A praia é tão bem estruturada que para os mais aventureiros dá pra praticar salto de Bungee Jumping, legal, né?
  • Playa Caracol: Está localizada a aproximadamente 8 km da zona hoteleira e é outra praia em que o mar caribenho dá um show, aliás, é ótima para quem está viajando em família.
  • Playa Delfines: essa é considerada uma das mais bonitas de Cancún, e possui uma fauna marinha incrível que permite atividades como mergulho e snorkeling. Para os apaixonados por surf, essa também é uma boa pedida. Não deixei Delfines fora da sua programação!
  • Ballenas: essa é ideal para quem quer fugir um pouco da agitação de Cancún. Localizada a aproximadamente 14 km da zona hoteleira, ela é ótima para relaxar. O mar segue o padrão caribenho e as águas mais calmas também são um convite para quem viaja com crianças.
Dicas de Cancún.

Melhores passeios de Cancún: conheça as praias. Foto: Paula Rocha.

Outras praias

  • Linda: o nome sugestivo já diz tudo né? Ela é linda, bem localizada e ideal para nadar, já que mais parece uma piscina do que o mar. É bacana também para fazer um passeio turístico e avistar golfinhos.
  • Playa Langosta: seguindo com praias mais calmas e ideais para viagens familiares, temos a Langosta. Lá também é possível nadar com golfinhos, acrescente ele a sua lista de dicas de Cancún.
  • Chac Mool: essa tá localizada bem no centro da região hoteleira, porém ela é bem tranquila, logo, é uma boa opção para quem quer curtir a praia durante o dia e emendar no rolê a noite.
  • Playa Forum: quer agito? vai nessa praia! tem uma excelente infraestrutura e por estar próxima a bares e baladas é a mais animada de Cancún. Você pode encontrar os turistas chamando-a também de Playa Gaivota Azul, independente do nome, vá!

Além dessas, há várias outras praias em Cancún e certamente todas elas merecem sua passagem, porém se tiver pouco tempo, concentre-se nos interesses da sua viagem e escolha a que melhor irá corresponder as suas expectativas.

Parques

Quando eu falo que tem muita coisa pra fazer em Cancún, é verdade e tem atração para toda a família, a exemplo disso, temos os parques que são atrações imperdíveis em Cancún.

Portando, dando Dicas de Cancún os melhores parques não poderiam ficar de fora.

  • Xcaret: esse é o mais conhecido de todos e não é pra menos. Eleitor o melhor parque temático não só do México, mas do mundo, ele realmente surpreende! São mais de 50 atividades que envolvem natureza, aventura, a fauna e a flora mexicana e muito mais. Não é barato e o ingresso custa em média 130 dólares, o que em real está realmente muito caro, mas vale a pena! Têm rios, piscinas naturais, acesso as praias e outras atividades extras que podem ser realizadas com um custo adicional.
  • Xel-Há: para os amantes da natureza, esse é o parque, inclusive, ele é considerado um dos mais bonitos do mundo e as belezas naturais são impressionantes, aliás, as atividades lá se concentram principalmente em apreciar a fauna e a flora mexicana em sua forma natural. Trilhas, tirolesas, snorkeling para ver animais marinhos e inúmeras outras atividades podem ser praticadas no Xel-Há. O ingresso custa em média 99 dólares.
  • Xplor: para os viajantes aventureiros de plantão, essa é a melhor opção para vocês. o Xplor é conhecido por ser um parque com várias atividades de aventura: tirolesas, rios subterrâneos e até rafting são praticados lá. Outra coisa legal é que há atividades noturnas e diurnas. Os ingressos custam a partir de 117 dólares.

Esses são as melhores opções, no entanto, há outros parques que também são bons: Xoximilco, Xenses, Selvática, Xavage e outros.

Se tiver oportunidade, escolha pelo menos uma das opções e conheça os parques de Cancún, é uma atividade super bacana!

Ruínas

Meus amigos viajantes que amam história, vocês certamente irão concordar que não dá para ir à Cancún e simplesmente ignorar as ruínas Maias que estão entre as principais atrações, portanto, vamos falar um pouquinho sobre as 4 que não podem ficar fora da sua programação.

  • Chichén Itzá: essa é uma das mais famosas, inclusive é reconhecida pela UNESCO como um patrimônio mundial. Não está perto de Cancún, inclusive, são quase 220 km de distância, mas é comum que os viajantes estiquem um pouco o trajeto para conhecer esse museu aberto que reconta a história dos Maias e de sua influência na atual civilização. O ingresso e a taxa extra cobrada pelo governo em sua visitação custam em média R$130.
  • Tulum: Até as ruínas de Tulum a distância é menor, são aproximadamente 135 km e o acesso também é bem mais barato, girando em torno de R$20 e ela é considerada a uma das mais importantes para contar a história dos Maias do estado de Quintana Roo. Embora também seja a mais nova delas, datadas a partir de 1250, é uma atração incrível para quem gosta de história.
  • Cobá: São aproximadamente 134 km de Cancún e de Tulum são 47 km, portanto, vale a pena emendar as visitas e conhecer as duas ruínas. O ingresso é baratinho também, cerca de R$18 e a visita pode ser realizada sem guias.
  • El Rey: esta é a mais próxima da zona hoteleira de Cancún e conta com inúmeras construções da civilização Maia.
dicas de cancún

Visite as ruínas e conheça a história dos Maias com a nossa dicas de Cancún. Foto: Paula Rocha.

Cenotes

Essa é uma das principais atrações de quem vai a Cancún e e com certeza você deve incluí-la em seu roteiro.

Um cenote é formado durante um processo que leva milhares de anos, inclusive, algumas teorias indicam que eles surgiram após a chuva de meteoros que dizimou os dinossauros. Uau, legal, né? Aqui tratamos sobre viagens e de história também rsrsrs.

Os cenotes eram considerados locais sagrados pelos Maias e por isso, acredita-se que toda a atmosfera religiosa que cerca o ambiente contribui para que a experiência seja ainda mais impressionante.

São vários os cenotes próximos ou em regiões próximas a Cancún:

  • Ik Kil, Yucatán: 195 km e a entrada custa em média R$15.
  • Cenote Azul, Quintana Roo: 3,1 km e custa em média R$20.
  • Cenote dos Ojos: 117 km e é bem mais caro, custando em média R$200, mas é um dos melhores.
  • Gran Cenote: 133 km e custa em média 10 dólares.
  • Suy Tun: um dos mais famosos de Yucatán, está a 146 km de Cancún e custa em média 8 dólares.

Os cenotes podem ser visitados quando você partir de Cancún para conhecer outras regiões, como por exemplo, Playa del Carmen e Tulum, portanto, quando for a estas regiões, não deixe de fazer pelo menos um passeio que inclua esta atração!

Ilhas

Cancún é um lugar que sozinho já é maravilhoso, mas gente, lá tem cada coisa bacana pra ver e conhecer e as ilhas são atividades que definitivamente precisam estar em sua programação.

Inclusive, embora aqui eu mostre pra você que dá para fazer bate e volta ou ficar apenas uma noite nas ilhas quando for a Cancún, minha recomendação é dedicar um tempo legal para cada um delas, você não vai se arrepender!

  • Cozumel: não dá, Cozumel é uma das minhas favoritas e para quem curte atividades aquáticas como mergulho e snorkeling, lá é o lugar pra isso. Dá para chegar a Cozumel de ferry, no entanto, você precisa antes ir até Playa del Carmen (outro lugar que vale muito a pena conhecer quando for a Cancún) por via terrestre e de lá seguir viagem para a ilha. Lá tem uma das experiências mais lindas que já vivi, andei de submarino, acredita? Além dessas, há várias outras coisas para fazer em lá, portanto, confere aqui no artigo Dicas de Cozumel tudo o que você precisa saber quando for fazer seu roteiro
  • Holbox: esse não é um destino muito conhecido pelos brasileiros, mas olha, Holbox já é sucesso entre os europeus e não é pra menos. A ilha tem cenários paradisíacos e para chegar lá, a viagem não é tão curta. Será necessário seguir até a cidade de Chiquila por via terrestre e de lá seguir pelo mar em uma balsa até Holbox. Vale a pena, mas assim como Cozumel, um bate-volta é inviável.
  • Isla Mujeres: está entre as melhores do mundo e as praias de Isla Mujeres são um espetáculo. Para ir até lá basta pegar um ferry em um porto próximo a região hoteleira de Cancún. Temos um artigo incrível de Dicas de Isla Mujeres que certamente irá te convencer a ir pra lá. Dá pra fazer bate-volta, mas nao recomendo, pois tem muita coisa bacana na ilha.
dicas de Cancún

Dicas de Cancún – Isla Mujeres – uma das ilhas mais bonitas do México. Foto: Paula Rocha.

7. Onde comer em Cancún: melhores restaurantes

Além dos hotéis all inclusive que contam com extensos cardápios de comidas e drinks, para os que não ficarão hospedados nessa modalidade, existem inúmeras opções de onde comer em Quintana Roo, por isso, anota essas dicas de Cancún e de onde comer!

  • Mumma Rooftop Bar: essa é uma opção boa e barata para comer em Cancún. Eles servem a comida tradicional caribenha e possuem pratos que custam a partir de R$32. O lugar também funciona como um pub, por isso, é também recomendado para tomar uns bons drinks.
  • El Timón de Cancún: esse é um dos mais avaliados quando o assunto é comida local. O espaço é super bonito e tem ainda uma vista incrível, os pratos custam a partir de R$50 e está localizado próximo a praia Caracol.
  • Divina Carne: carnívoros de plantão, esse é um excelente restaurante pra vocês! Não é barato, os pratos custam em média R$150, mas é um dos melhores de Cancún, por isso, quando quiser dar aquela caprichada no jantar, vale a pena porque os cortes de carne são maravilhosos.
  • Deli Barlovento: essa é pra economizar, viu? Com pratos a partir de R$13, é possível comer comidas típicas mexicanas e lanches veganos com um preço super justo. Os pratos são de comer com os olhos!
  • Thai: a versão luxo 2.0 dessa viagem fica para o Thai. Um restaurante especializado em comida tailandesa que é avaliado como o melhor de Cancún. A experiência custa caro, a partir de R$216, mas olha, para um comemoração vale a pena.
Dicas de CozumelVeja tambémDicas de Cozumel

Outra forma de comer gastando pouco em Cancún é investir em comidas compradas em supermercados e nos restaurantes fast food convencionais que tem por lá!

Lembrando que, essas são apenas alguns sugestões, por lá não faltam lugares bacanas e com bons preços!

comidas mexicanas.

Experimente as típicas comidas mexicanas. Foto: Paula Rocha.

8. Dicas de Cancún: onde comprar lembrancinhas

É comum a gente viajar e já pensar no que vai levar pros amigos e pra família quando voltar e Cancún, sendo uma cidade turística, tem várias lojinhas que vendem esses produtos, portando seguindo as dicas de Cancún, trago algumas opções de onde comprar lembrancinhas com preços justos.

  • Walmart: tirando as lojinhas, o hipermercado Walmart é a melhor alternativa para comprar lembrancinhas e lá tem várias opções, além de estar localizado bem no centro de Cancún, por isso, não deixe de conferir se quiser economizar.
  • Coral Negro: esse é certamente o melhor lugar para comprar suas lembrancinhas. O lugar concentra um feirinha com inúmeras lojas que vendem de chaveiros a artigos de decoração. Está localizado na Blvd. Kukulcan, Punta Cancun, Zona Hotelera e funciona diariamente das 08:00 às 22:00.
  •  Plaza la Fiesta: esta é outra opção muito boa e o legal é que é possível encontrar várias dessas lojas espalhadas por Cancún. É ótima para comprar os famosos copinhos de tequila, chapéus e muito mais. Localizado na Blvd. Kukulcan Km 12.5, La Isla, Zona Hotelera, a loja abre diariamente das 09:00 às 23:00.
dicas de cancún

Lembrancinha onde comprar em Cancún. Foto: Paula Rocha.

Saiba mais sobre quanto custa viajar para Cancún, no México.

9. Onde ficar em Cancún: melhores hotéis

Cancún é um destino cheio de hospedagens bacanas e tem para todos os gostos e bolsos!

Portanto, pense em quanto pretende gastar e confira outras sugestões de onde ficar em Cancún.

Presidente InterContinental Cancún Resort

O Presidente InterContinental Cancún Resort está localizado numa área de praia privativa e conta com bares e restaurantes em seu interior.

Os quartos são grandes e confortáveis, com TV, banheiro privativo e ar-condicionado. A área externa possui piscinas ao ar livre, banheiras de hidromassagem e muito mais.

  • Diárias a partir de R$1.185.
  • Clique aqui e verifique a disponibilidade do resort para as datas da sua viagem.
Dicas de cancún

Quarto familiar em Cancún no Presidente InterContinental Cancún Resort. Foto: Paula Rocha.

NH Cancún Airport

NH Cancún Airport é uma opção de estadia com preço bem em conta.

As acomodações são confortáveis e estão equipadas com banheiro privativo, ar-condicionado, tv e mesa de trabalho, além de estar localizado próximo a diversos pontos turísticos na zona hoteleira.

  • Diárias a partir de R$430.
  • Clique aqui e verifique a disponibilidade do hotel para as datas da sua viagem.
dicas de cancún

Acomodação para casais no NH Cancún Airport. Fonte: Booking.

Fim do artigo e uau, pensa nas dicas de Cancún valiosas que nós demos, viu!

O melhor é que somos experientes no assunto e certamente você usará todas elas.

Enfim, boa viagem e até breve!

Eu sou a Fran, graduada em Letras, professora de Língua Portuguesa, viajante, blogueira, dona do 🐕 Bartholomew e do insta Recalculando a Vida. Sagitariana raiz, a louca da astrologia, apaixonada por boteco, cerveja de garrafa, comida boa, sol, praia e carnaval. Bora viajar?

Envie um comentário

Viajando com a Mala Rosa