Top

Mumificação no Egito Antigo: o que é?

A mumificação no Egito Antigo é um assunto abordado até os dias de hoje, e certamente é uma das primeiras coisas das quais nos lembramos quando pensamos no país, não é mesmo? 

E para que você vá ao Egito sabendo mais sobre esse assunto, ou se você tem curiosidade em entender, separei neste artigo as principais informações sobre a mumificação.

Até porque, quando viajamos para o Egito, estamos nos inserindo em uma cultura diferente, e a mumificação marcou muito a história do país. Fora que é um tema bastante interessante.

Então, vem comigo? 

Informações importantes do Egito

Então, para começar, vamos conferir algumas informações gerais sobre o Egito, o que é essencial antes de qualquer viagem internacional.

Veja também: O que fazer no Egito

  • Localização: O Egito está localizado no nordeste da África, fazendo fronteira com a Líbia, Israel e Sudão.
  • Idioma falado: a língua oficial do Egito é o árabe e pouquíssimos locais falam inglês. Mas dá para se virar com o tradutor do celular e nos pontos turísticos mais famosos.
  • Moeda local: Libra Egípcia (EGP), e atualmente R$ 1 = 2,80 EGP. Dólar e euro são aceitos nos locais turísticos.
  • Fuso horário: GMT +2
  • Vistos: Brasileiros precisam de visto para visitar o Egito, podendo ser solicitado no aeroporto do país logo na chegada. Para passar até 30 dias, o custo do visto é de R$ 115.
  • Vacinas: não é necessário uma vacina específica para entrar no Egito, mas aconselho estar com a carteira de vacinação atualizada com as vacinas de Febre Amarela e Hepatite A e B
  • Tomadas e voltagens: o Egito segue o padrão Europeu de tomada tipos E e F, com dois pinos arredondados paralelos, e voltagem 220V.
  • Segurança: é um país tranquilo e bem policiado.

Pode te interessar: Melhor época para ir ao Egito

Informações e dicas úteis do Egito que precisa saber antes de viajar

Dicas do Egito.

Veja mais: Dicas úteis do Egito

Mumificação no Egito Antigo: por que era feita?

A mumificação no Egito Antigo era feita para conservar os corpos e para garantir a reencarnação, já que os egípcios acreditavam na imortalidade.

Ou seja, a morte duraria apenas um momento, e logo a alma da pessoa retornaria para o corpo, revivendo. E, para isso, o corpo precisa estar em boas condições.

Além disso, segundo as lendas, cada indivíduo possui uma energia chamada de “ka”, que significa “força vital”, força esta que deixava os corpos após a morte caso não fossem bem cuidados.

Então, se o corpo não fosse preservado, a energia se dissiparia, quebrando o ciclo da imortalidade.

Assim, a mumificação era feita, garantindo o ka e a vida eterna.

Você sabia? O Egito é um dos lugares para viajar barato fora do Brasil

Múmia embalsamada - por que era feita a mumificação no Egito Antigo?

Múmia embalsamada – Por que era feita a mumificação no Egito Antigo? Denise Alvarez García

Quem era mumificado no Egito Antigo?

Em um primeiro momento, apenas os Faraós eram mumificados por conta de seu alto poder e adoração.

Mas após um tempo, outras pessoas nobres além do Faraó passaram a ser mumificadas.

E, enfim, quem pudesse pagar o processo de mumificação poderia ser embalsamado. Porém, como era um custo bem alto, poucas pessoas conseguiam arcar com os gastos.

Veja também: Viajar durante Ramadan

Como era feita a mumificação no Egito Antigo?

Entrando um pouco mais a fundo na mumificação no Egito Antigo, uma curiosidade é saber como o procedimento era feito. Vamos conhecer?

Na verdade, todo o processo era bastante trabalhoso, durando cerca de 70 dias. Um tempinho bom, hein?

Primeiramente, o corpo era lavado e limpo, e então, eram feitos cortes nas laterais dos abdomens, para a retirada de órgãos. Disso, eram extraídos intestino, fígado, pulmões e estômago (e que haja estômago pra isso, já pensou?).

O coração era mantido no corpo para ser utilizado em outra vida, até porque, os egípcios acreditavam que tal órgão era o principal centro das emoções e inteligência de cada um.

Depois, removiam também o cérebro por meio de um gancho através do nariz de cada indivíduo.

Então, o corpo e todos os órgãos eram preservados em natrão, um mineral composto por bicarbonato de sódio. Isso por quarenta dias, para remover toda a umidade do corpo. Todos os órgãos ressecados eram preservados em jarros.

Após isso, o corpo passava por outro processo de limpeza, e a pele ressecada era esfregada com um óleo.

Feito isso, o corpo era embrulhado com serragem e trapos, e os cortes abertos no cadáver fechados com cera. Bandagens variadas enrolavam todos os corpos.

Aliás, cobrir o corpo com bandagens era a parte mais trabalhosa: eram utilizadas 20 camadas de bandagens, o que levava de duas a três semanas.

Por fim, uma máscara mortuária de cobre era colocada no rosto para que o corpo fosse levado para um sarcófago.

Como era feita a mumificação

Amostra de múmias – Como era feita a mumificação no Egito Antigo? Yu Zhao

Estudos atuais da mumificação

A mumificação no Egito Antigo é um procedimento antigo, datado a mais de milênios atrás.

Na verdade, alguns dos primeiros casos de mumificações descobertos acontecem por volta dos anos 450 a.C.

Aliás, mesmo atualmente, diversos cientistas e arqueologistas ainda estudam as múmias e todo o processo, tudo por conta de seu imenso mistério.

Mas, nos dias de hoje, existem procedimentos mais seguros e respeitosos com a antiga cultura egípcia, como o fato de não abrir as bandagens.

No caso, máquinas de raio-x agora fazem todo o trabalho, sem que seja necessário danificar os cadáveres.

Com isso, cada vez mais casos de doenças que foram sofridas pelos egípcios, há milênios atrás, podem ser estudadas, aprimorando os estudos da cultura.

Isso sem falar em conseguirem também decifrar suas idades, há quanto tempo estavam enterrados, entre outras peculiaridades.

E claro, existem até mesmo estudos hoje que são feitos por conta de propósitos religiosos. Até para conseguir entender um pouco mais a ideia da mumificação, e quais eram as pessoas que as adotavam.

Se liga neste post: Quanto custa viajar para o Egito

Mumificação no Egito Antigo - Múmias preservadas

Mumificação no Egito – Múmias preservadas até hoje. M Cheung

Veja curiosidades também: Camelos no Egito

É possível ver uma mumificação no Egito Antigo?

O ato da mumificação parou de ser feito há séculos, restando hoje alguns exemplares.

Então, se você quer ir ao Egito e ver uma múmia, sim, é possível!

O Museu Egípcio do Cairo, por exemplo, é um ponto turístico muito famoso no país e no mundo por conter réplicas e versões reais de artefatos do Egito Antigo, incluindo múmias.

É um lugar super interessante para se visitar, recomendo! Segue as informações:

  • Horário de funcionamento: 9h às 19h de segunda a quarta, 9h às 21h na quinta e domingo, das 9h às 16h nas sextas.
  • Preços:
    • Manhã: 160 EGP (R$ 57,10) no museu geral e 180 EGP (R$ 64,24) com a sala de múmias. Estudantes pagam meia.
    • Tarde: 220 EGP (R$ 78,52) no museu geral e 225 EGP (R$ 80,30) com a sala de múmias. Estudantes pagam meia.

Veja também: Mitologia Egípcia – Principais lendas e deuses do Egito Antigo

Mumificação no Egito Antigo - Museu do Egito

Mumificação no Egito Antigo – Amostras. (Foto: Pexels)

Dicas: passeios no Egito

Se além de saber mais sobre a mumificação no Egito Antigo você tem interesse em conhecer o país, se liga nas dicas de o que fazer no Egito!

Mas antes, lembre-se que o Egito é um local bastante quente, portanto, planeje-se com bastante antecedência e saiba qual é a melhor época para ir ao Egito e evitar perrengue.

Então, confira os principais passeios do Egito:

  1. Um passeio pelo Rio Nilo, um dos locais mais conhecidos de todo o mundo;
  2. Uma visita à capital Cairo. Aqui, poderá não apenas curtir a cidade, mas também ir ao Museu Egípcio. Além disso, pode conhecer as tão famosas Pirâmides de Gizé e o Cairo Islâmico;
  3. Faça uma visita também a Alexandria. Aqui, poderá conhecer as ruínas do oráculo de Amon, no qual “Alexandre, O Grande” se consultou depois de conquistar os territórios persas;
  4. E por fim, pode encerrar sua visita visitando as incríveis fontes termais de banhos da Cleópatra, além da Fortaleza de Shali, edificada ainda no século 12.

Veja também: Compras no Egito

O que fazer no Egito

Dicas de passeios no Egito. (Foto: Paula Rocha)

Onde ficar no Egito

Se você quer economizar em Cairo, uma dica é se hospedar no Egyptian Night Hostel, bem localizado e baratinho, às margens do Rio Nilo.

Mas se você quer algo mais bacanudo, o Ultra Loaloa Nile Maadi Hotel tem ótimo custo-benefício, é super completo e é ideal para quem viaja com crianças.

Outra opção muito bacana é o Hayat Pyramids View Hotel, com vista para as pirâmides de Gizé. É muito confortável e suuper baratinho.

Todavia, se você quer algo mais requintado e 5 estrelas, a pedida é o Hilton Luxor Resort & Spa!

Veja mais dicas em: Onde se hospedar no Egito

Onde se hospedar no Egito - Melhores hospedagens, localizações, hotéis baratos, para famílias e preços

Hospedagens no Egito (Foto: Paula Rocha)

Todos os nossos artigos sobre o Egito

Está planejando uma viagem para o Egito?

Então, confira nossa série de artigos com todas as dicas do país e melhores destinos para conhecer:

Envie um comentário

Viajando com a Mala Rosa