Top

Como é viajar de trem na Suíça

A Suíça é conhecida por suas belas paisagens, Alpes, neve, etc. Em fato é um país belíssimo com paisagens de tirar o fôlego. Por isso hoje eu quero mostrar pra vocês como é viajar de trem na Suíça e poder admirar a vista da janelinha do trem enquanto se desloca ao seu destino final.

Vou compartilhar tudo e dar dicas de alguns dos melhores trens para se pegar quando você estiver por aqui. Mas já posso adiantar que até no trem urbano mais simples você já vai se apaixonar com tanta beleza.

Compra do bilhete

Claro que pra viajarmos precisamos de um bilhete/ticket. Esse você pode comprar através da internet no site da SSB/CFF/FFS clicando aqui ou direto nas estações.

Para trajetos de longa distância o meu conselho é sempre comprar com antecedência para encontrar os melhores preços.

O site é de fácil acesso e está disponível em vários idiomas como o inglês. É importante se atentar ao escolher a tarifa e sempre clicar na aba “sem redução” caso você não tenha nenhum cartão de desconto.

Normalmente o primeiro preço que aparece é para quem tem o plano de meia tarifa.

 

Site SBB - Como é viajar de trem na Suica

Site da SBB/CFF/FFS – Michel Wendling

Tipos de bilhete – Como é viajar de trem na Suíça

Alguns bilhetes estão disponíveis e é sempre importante se atentar as regras dele. No mais barato, por exemplo, normalmente não se pode alterar nem cancelar.

Mas, assim como na compra de um voo, você também pode optar por um bilhete um pouco mais caro, mas que seja um pouco mais flexível.

A SBB/CFF/FFS vende uns bilhetes muito interessantes também dependendo do seu destino. Você pode comprar um bilhete de 24 horas por zonas e o valor vai aumentando de acordo com o numero de zonas selecionadas.

A empresa também disponibiliza o bilhete do dia que abrange o país todo. Isso mesmo, você pode viajar ilimitadamente por 24 horas por toda a Suíça.

Acesse aqui para mais info.

Trajeto do dia

Para compartilhar um pouco com vocês como é viajar de trem na Suíça, eu resolvi pegar um trem saindo de Schaffhausen, no norte do país, até Zürich e depois pegar outro até Locarno, na região onde fala italiano, fazendo uma troca em Bellinzona.

Então conseguirei falar de 3 tipos de trens suíços.

 

Trecho SBB

Trajeto do dia – Michel Wendling

Trecho 1/3 – Saindo do norte – Como é viajar de trem na Suíça

  • Companhia: SBB/CFF/FFS
  • Trecho: Schaffhausen – Zürich
  • Duração: 36 minutos
  • Tipo de trem: IC (Intercidades)
  • Classe: 2°
Schaffhausen train station

Estação de Schaffhausen – Michel Wendling

O meu primeiro trem sai da bela cidade de Schaffhausen no extremo norte da Suíça.

Cheguei na estação com uns 15 minutos de antecedência. 4 minutos antes da partida, o trem entrou na plataforma e deixou a estação dentro do horário, seguindo, assim, a tradição suíça de pontualidade.

O trem desse primeiro trecho é mais antigo, porém confortável. Diferente dos trens mais modernos da SBB/CFF/FFS, esse não tinha wifi e nem restaurante, todavia em cada assento você encontrava 2 tomadas. Mas, calma, muitos IC’s já contam com internet gratuita a bordo.

Curiosidade

A escolha do assento é livre. Em alguns trechos você pode reservar com antecedência, mas paga uma taxa de 5CHF. Atente-se à classe do bilhete. Se você comprou um bilhete de 2° classe, não pode sentar na 1°, hein?!

Durante o trajeto há pessoas controlando os bilhetes. Ou seja: também não tente viajar sem bilhete, porque a multa é bem salgadinha e varia de acordo com o trecho.

Ao propósito, um fato interessante nesse trecho é que o trem, assim que sai de Schaffhausen, passa pela Alemanha para depois voltar ao território suíço.

Se vocês olharem bem no mapa, vai ver que um pedaço da Alemanha se encaixa com a Suíça nessa região.

36 minutos de trajeto e o trem deu entrada em uma das milhares de plataforma da estação central de Zürich.  Ou, em alemão: Zürich Hauptbanhof (HB).

Trecho 2/3: Rumo ao sul

Logo após meus 10 minutos de tour pela estação (passo por lá quase todo dia, mas não me canso de admirar) é hora de embarcar em mais um trem, dessa vez mais bonito e moderno, vamos aos dados:

  • Companhia: SBB/CFF/FFS
  • Trecho: Zürich – Bellinzona
  • Duração: 1 hora e 37 minutos
  • Tipo de trem: EC (EuroCity) 317
  • Classe: 2°
EC SBB

EC da SBB/CFF/FFS – Michel Wendling

Imediatamente após entrar no trem escolhi meu assento na janela, porque imaginei que as paisagens até Bellinzona seriam maravilhosas (e estava certo).

A diferença entre o 1° e o 2° trem é notável: Trem bem grande, wifi, restaurante, revistas, luzes individuais de leitura, mesa e, assim como no primeiro, tomada.

Assento do trem EC da SBB

Assento do trem EC da SBB/CFF/FFS – Michel Wendling

Viagem e paisagens

Antes de tudo eu creio que vocês já imaginam como são as paisagens quando se viaja de trem pela Suíça. É isso mesmo que você está pensando e um pouco mais.

Não deixava meu celular ter paz, a cada minuto uma paisagem diferente (e linda), logo, um vídeo e foto, claaaro. O iPhone que lute, né, não? Hahahaha

Paisagem Suíça

Entre Zug e Arth-Goldau – Michel Wendling

O trem que eu peguei faz o trajeto Zürich – Chiasso, parando em Zug, Arth-Goldau, Bellinzona e Lugano até chegar em Chiasso. A duração total é de 2 horas e 22 minutos.

Bellinzona

Chegando em Bellinzona – Michel Wendling

Entretenimento – Como é viajar de trem na Suíça

A princípio, todos os trens EC são equipados com wifi. Uma vez conectado, você consegue acessar o conteúdo exclusivo da SBB com alguns vídeos e até jogos, além do mapa indicando a nossa atual posição, mas que também é mostrada nas telinhas espalhadas por todo o trem.

De qualquer maneira vale a pena dar uma conferida no sistema de entretenimento deles. Caso não seja muito fã de de videos ou jogos online, a janela do trem também é um excelente entretenimento.

O que visitar em Lausanne – 7 principais atrações

Entretenimento SBB

Entretenimento SBB/CFF/FFS – Michel Wendling

Passando por Zug e lago de Zürich

26 minutos após sairmos de Zürich, o trem fez a primeira parada na cidade de Zug. Nessa parte, se você sentar do lado esquerdo do trem (na direção da viagem) vai poder admirar mais tranquilamente o lago de Zürich e as cidades que o entornam.

Do lado direito também é possível ver o lago (olhando para o lado esquerdo LOL), mas olhando à direita você vai ver algumas cidades e casinhas fofinhas.

Vista da janela do trem na Suíça

Lago de Zürich – Michel Wendling

Arth-Goldau: Estação de conexões

Logo após 16 minutos de sairmos de Zug chegamos em Arth-Goldau. Eu considero essa uma estação de conexões.

Muita gente desembarca e embarca ali. Isso se deve ao fato de que muitos trens em sentidos e direções diferentes se encontram por lá.

Saindo dessa parada, aí começa o verdadeiro show, porque o trem passa por vários lagos e montanhas e as paisagens são de tirar o fôlego de lindas.

Prepare o celular e a câmera fotográfica ou apenas fique tranquilo (a) admirando as belezas desse país incrível.

Maior túnel ferroviário do mundo

Em seguida, já na parte final do trecho até Bellinzona, o trem passa pelo túnel do Gotthard que é o maior túnel ferroviário do mundo.

Ele tem 57 km de extensão e dentro dele o trem chega até 200km/h o percorrendo em 20 minutos. Eventualmente pode ser uma experiência bacana para os fãs de túneis. Haha

Pouco depois de sairmos do túnel o trem se aproxima de Bellinzona. Local da nossa 2° conexão.

Gotthard Base Tunel - Como é viajar de trem na Suíça

Informação sobre o maior túnel ferroviário do mundo – Michel Wendling

Trecho 3/3 – Final

Cheguei em Bellinzona e o meu próximo trem sairia exatamente da mesma plataforma que cheguei. Como tinha 15 minutos de conexão, resolvi procurar um mercado dentro da estação para comprar uma água.

Já fica a dica, antes de comprar naquelas maquininhas automáticas, procure ou pergunte  algum local se ele sabe se naquela estação tem um mercado. Normalmente há sempre um mini mercado na maioria das estações.

Lá você consegue comprar 1 garrafinha de água por 0,90CHF, enquanto nas maquininhas você terá que desembolsar 3,50CHF.

S20 da SBB

S 20 em Bellinzona – Michel Wendling

Rumo a Locarno – Como é viajar de trem na Suíça

O último trem da minha viagem será um trem urbano. Na Suíça, quando você vir um trem começando com S, ele é um trem urbano e o chamamos de S-Bahn. Na parte francesa ele também é conhecido como RER.

Tudo bem que por aqui os trens urbanos às vezes até atravessam fronteiras, maaas continuam sendo urbanos. Hahaha

  • Companhia: SBB/CFF/FFS em parceria com a TRENORD (Itália)
  • Trecho: Bellinzona – Locarno
  • Duração: 25 minutos
  • Tipo de trem: S-Bahn (S20)
  • Classe: 2°

Conforme o ritmo: embarcado, e a partir daqui a língua principal será o italiano. No trem os avisos são feitos só nessa língua. E eu posso falar que não é só o idioma que muda não, viu?

A arquitetura da região muda completamente e você se sente um pouco na Itália.

Na minha opinião, o Ticino é a região mais bonita que já visitei na Suíça. Claro que no inverno ainda vou explorar um pouco mais o país e os Alpes. Mas por enquanto a Suíça Italiana está no top 1.

25 minutos de um trajeto BELÍSSIMO e chegamos ao nosso destino final: Locarno. Tempo total de viagem entre Schaffhausen e Locarno: 2 horas e 57 minutos.

Locarno

Estação de Locarno – Michel Wendling

Considerações finais – Como é viajar de trem na Suíça

Em conclusão, viajar de trem na Suíça é um passeio e tanto e vale muito a pena sim. Você vai encontrar trens confortáveis, pontuais, limpos e vai poder admirar paisagens que vai te deixar boquiaberto. Sendo assim, as fotos que eu mostrei aqui não representam nem 10% de tudo que eu vi.

Dessa forma, eu te aconselho fortemente a fazer uma viagem de trem por esse país maravilhoso e deslumbrante.

E algumas fotos extras de Locarno:

Locarno, Suíça

Locarno – Michel Wendling

 

Locarno, Switzerland - Como é viajar de trem na Suíça

Locarno S2 – Michel Wendling

Do mesmo modo, aconselho você a acompanhar os meus outros artigos e avaliações de voo abaixo e descubra mais lugares e companhias aéreas pitorescas.

Por outro lado, você também pode acompanhar mais dicas e como é a vida na Europa através do meu Instagram @michelrwendling.

 

Merci beaucoup / Danke vielmals / Grazie mille / Grazia (Muito obrigado nos 4 idiomas oficiais da Suíça: Francês, alemão, italiano e romanche).

post a comment