Top

O que visitar em Lausanne – 7 principais atrações

A Suíça é um país dividido em 4 regiões linguísticas: a parte que fala alemão (que podemos chamar de Suíça germânica), a parte que fala francês (Suíça romana ou Suíça francesa), a parte que fala italiano (Suíça italiana) e a parte que fala romanche.

Hoje vou levar vocês comigo até a Suíça francesa e mostrar o que visitar em Lausanne, as 7 principais atrações.

O francês é a segunda língua oficial mais falada do país, e a região romanda é linda e cheia de charme. Por isso hoje vou levar vocês pra conhecer um pouco mais de uma das cidades mais importantes de lá e da Suíça.

Sobre Lausanne

Lausanne é a 2ª maior cidade da Suíça francesa e a quarta maior do país e conta com uma população de quase 140 mil habitantes.

Assim como Genebra, a cidade também fica às bordas do lago Léman (também conhecido como lago de Genebra) e também faz fronteira marítima com a França.

Ela é sim encantadora e peculiar. Mas pra aproveitá-la é preciso saber como chegar lá, por isso no próximo tópico vou explicar pra vocês como chegar na cidade.

Lausanne, Suíça

Lausanne, Suíça. Foto: Michel Wendling

 

3 opções de hospedagem que valem a pena em Lausanne

($) Se você quer economizar, o Ibis Lausanne Centre tem um preço ótimo.

($$) Com bom custo-benefício, o MOXY Lausanne City é confortável e bem localizado.

($$$) Mas se você quer algo mais bacanudo, o Beau Rivage é excelente.

-> Clique aqui e veja as melhores promoções de hospedagem em Lausanne.

Como chegar em Lausanne

Há diversas maneiras de você chegar até Lausanne, mas isso vai variar muito dependendo de onde você esteja vindo. Contudo, temos 2 principais opções:

Trem

O trem é, sem duvida, o melhor meio de locomoção na Suíça. Caso já esteja no país, você conseguirá facilmente pegar um trem de qualquer cidade até Lausanne (nem sempre direto, mas com rápidas conexões). Vindo de países vizinhos como a França, Alemanha, Áustria e Itália, você também conseguirá ligações fáceis até a cidade.

Acesso aqui o site da SBB/CFF/FFS para consultar e comprar passagens de trem.

Avião

Caso você esteja vindo de outro país não vizinho da Suíça, a melhor opção vai ser, provavelmente, o avião. O aeroporto mais próximo é o de Genebra e de lá você pode pegar um trem na própria estação do aeroporto direto até a estação central de Lausanne (50 minutos de trajeto).

Compras na EuropaVeja tambémCompras na Europa

Contudo, você também pode pousar em Zurique e pegar um trem até a cidade. O trajeto é de aproximadamente 2 horas e 15 minutos. Continuem acompanhando o artigo e você vai se surpreender com uma opção extra.

Agora que já sabemos como chegar na cidade, vamos ao ponto principal, ou seja, o que visitar em Lausanne – 7 principais atrações.

Catedral de Notre-Dame: principais pontos turísticos

Um dos monumentos mais emblemáticos da cidade é, claro, a Catedral de Notre-Dame. Com seu estilo gótico, ela foi construída entre os séculos XII e XIII, e sofreu importantes transformações no século XVI como a chegada à cidade de Bernese e a adoção da Reforma que mudou o culto em favor do Protestantismo.

No entanto, o seu maior tesouro está no interior, no final do corredor ligando ao altar: a rosa do século XIII, cujos vitrais muito coloridos são quase todos originais. Uma obra-prima que rivaliza com as mais belas catedrais da Europa.

Catedral de Notre-Dame em Lausanne - principais atrações

Visitas e segredo

Se desejar, é possível subir ao Belfry Tower para ter um panorama espetacular da região! Você verá uma grande parte do Lago Léman, da costa até Villeneuve. A entrada custa 5CHF e não tem elevador.

A catedral esconde um segundo tesouro há 600 anos: o relógio, um dos últimos na Europa a estar ativo. Ele toca as horas do alto da Torre Belfry das 22h às 2h, nos 4 pontos cardeais, todos os dias. É um costume que data da Idade Média, caro ao povo de Lausanne.

 

Centro histórico de Lausanne

Que tal caminhar pelo Centro Histórico de Lausanne? Sim, essa é uma das principais atividades para o que visitar em Lausanne!

A cidade está organizada em cinco distritos: Cité, Palud, Pont, Bourg e St-Laurent.

  • La Cité” concentra os edifícios oficiais, como a Catedral, o Antigo Bispado, o castelo St-Maire, o Grande Hospital.
  • Palud“, a seguir, afirma-se como um centro comercial e político com sua Câmara Municipal.
  • Pont” desenvolve-se na junção dos rios Flon e Louve, agora cobertos.
  • Da mesma forma, do outro lado do vale Flon, o Bourg abrigava lojas e pousadas luxuosas.
  • Já do outro lado do vale Louve, muitos artesãos vivem em St-Laurent. A abertura de novas ruas no século 19 modificou profundamente este bairro.
Old town - Lausanne

Centro Histórico de Lausanne

 

A torre de l’Ale e o do Castelo de l’Evêque em Ouchy, do século XII, são as últimas testemunhas das cerca de cinquenta torres da muralha medieval.

Lausanne

Lausanne

Castelo Saint-Maire

O Castelo Saint-Maire ergue-se no extremo norte e no ponto mais alto do promontório rochoso que constitui a “cité” de Lausanne.

Certamente era, na Idade Média, o local ideal para construir uma fortaleza dominando a cidade ao sul e desempenhando o papel de defesa no lado norte, controlando a estrada de acesso pelo Monte como faria uma masmorra do 12º. E século XIII.

Hoje ele é uma propriedade do Cantão de Vaud, foi classificado como “Monumento Histórico” em 25 de maio de 1920 e considerado de interesse nacional.

Nesse sentido, desde a criação do Cantão de Vaud, o Conselho de Estado tem se reunido no Castelo Saint-Maire. Além da sala do Conselho de Estado, o castelo agora abriga a Chancelaria do Estado e os funcionários do Departamento do Interior.

Castelo em Lausanne

Castelo em Lausanne

Ouchy Olympique – Lago Léman

Em Ouchy, o espetáculo é o lago, tendo os Alpes como pano de fundo. Imediatamente, um sentimento de feriado se instala. Ouchy tem sua própria atmosfera e até sua própria identidade.

O porto de Ouchy já foi um porto de pesca bastante comum, mas o desenvolvimento turístico de Lausanne transformou-o em um distrito muito popular, e com razão.

Além disso, é também por lá que você vai encontrar o incrível castelo de Ouchy (um hotel / restaurante de luxo) e o famoso Palácio Beau-Rivage (também um hotel de luxo).

De Ouchy, você pode caminhar até Vidy. Você encontrará um grande parque, uma praia e bons lugares para comer.

Ouchy - O que visitar em Lausanne - 7 principais atrações

Ouchy

Lago Léman – um das atividades principais para visitar em Lausanne

Antes de mais nada é importante dizer que, pra mim, o Lago Léman é o que da mais charme a Lausanne. Seu encanto deve muito a esta extensão de água em torno da qual a cidade foi construída.

Desfrutar de uma boa caminhada à beira do lago, tomar um sorvete, andar de pedalinho, mini cruzeiro e esqui aquático são algumas das atrações por lá.

Em conclusão, quando falamos em o que visitar em Lausanne, o lago é, com certeza, uma atração imperdível.

Lago Léman

Lago Léman

Flon

A poucos passos do Centro Histórico existe um espaço moderno e vibrante: é o bairro Flon, um baldio industrial que foi reabilitado. Aqui, restaurantes, bares, lojas, boliche, cinemas se sucedem e dão vida e dinamismo ao bairro.

Por muito tempo, esse distrito de armazéns no coração de Lausanne serviu como um lugar escuro onde não era bom sair, especialmente à noite.

Desde 1999 o Flon foi totalmente reabilitado e como resultado hoje é um dos bairros da moda da cidade.

Flon

Flon

Le Lavaux

Se você pegar um trem saindo de Berna, quando estiver chegando em Lausanne, você vai se deparar com paisagens fantásticas, e entre elas está o “Lavaux”.

Entretanto, se você tiver a oportunidade de sair um pouco da cidade, não deixe de conhecer Lavaux. Estas são vinhas em socalcos com o Lago Léman e os Alpes como pano de fundo. Uma paisagem tão bela que é Patrimônio Mundial da Unesco!

Les Lavaux

Passeio de barco

Como eu citei acima, Lausanne faz fronteira marítima com a França. Então se você tiver um tempinho, não deixe de pegar o barco em Ouchy e fazer a travessia até a cidade francesa de Évian-les-Bains.

O passeio de barco é lindo, com Alpes ao fundo, o lago de águas limpas e transparentes. Um verdadeiro show. E de bônus você ainda consegue conhecer outro país e uma cidade linda e encantadora francesa.

Onde se hospedar em Lausanne: melhores hotéis

Em contrapartida, agora que você já viu essas dicas preciosas de o que fazer em Lausanne, provavelmente deve estar se perguntando onde se hospedar na cidade.

Eis que o Micha aqui vai te dar mais algumas dicas, dessa vez de hospedagem. 🙂

SIMPLES, MAS CONFIÁVEL. $$

O Ibis é o conhecido e queridinho de todo mundo, com seus quartos padrões e preços baixos, o hotel está sempre lá atendendo as nossas necessidades.

Então o IBIS LAUSANNE CENTRE é uma boa opção de estadia, e está localizado no centro, bem próximo à Estação Central da cidade.

  • Diária para 2 pessoas a partir de 90CHF/83€.

HOTEL $$$

Se ao mesmo tempo você prefere juntar conforto, praticidade e economia, o MOXY LAUSANNE CITY é uma excelente opção. Quartos confortáveis, modernos e super equipados. Além de uma excelente localização.

  • Diária para 2 pessoas a partir de 115CHF/119€.

LUXO $$$$

Porém, desde que dinheiro não seja um problema e você goste de luxo, o BEAU RIVAGE é uma excelente opção.

Hotel de luxo super bem avaliado, faz parte do The Leading Hotels of the world, com diversas facilidades. Além de contar com suítes com vistas de perder o fôlego.

  • Diária para 2 pessoas a partir de 450CHF/415€.

Conclusão sobre o que fazer em Lausanne e suas principais atrações

Lausanne além de linda é uma cidade compacta e que não exige muito tempo para visitá-la. Além também de contar com muitas facilidades, como por exemplo poder visitar outro país.

Em suma, é uma cidade suíça que vale a pena ser visitada. E quando estiver por la, você pode aproveitar o excelente sistema de transporte publico. Uma boa dica é comprar o ticket diário para 2 zonas que custa 9,30CHF.

Você pode adquirir mais informações clicando aqui.

Ah, você também pode acompanhar mais dicas e como é a vida na Europa através do meu Instagram @michelrwendling.

Todos os nossos artigos da Suíça

Quer saber mais sobre a Suíça? Clique e confira todos os nossos artigos sobre esse país lindo!

 

Merci beaucoup / Danke vielmals / Grazie mille / Grazia (Muito obrigado nos 4 idiomas oficiais da Suíça: francês, alemão, italiano e romanche).

Eu sou o Michel, sou brasileiríssimo, mas moro na Suíça em 2015, resolvi ir rumo aos meus sonhos e me mudei para Paris como Au Pair. Depois me casei e tornei a busca por novas culturas, as minhas metas de vida 🙂 Me acompanhe no instagram Michel Wendling.

Envie um comentário

Viajando com a Mala Rosa