Top

O que fazer em Lucerna na Suíça – 5 atrações imperdíveis

Compras na Europa: onde fazer, melhores países e lojas

Com vista para o “Lac des Quatre-Cantons” (lago dos quatros cantões) e com os Alpes suíços ao fundo, Lucerna é, sem duvidas, um dos cantinhos mais lindos da Suíça. Ela pode até ser pequena, mas te garanto que ela é uma cidade rica em história e de um patrimônio arquitetônico notável.

No post de hoje sobre o que fazer em Lucerna – 5 atrações imperdíveis, você vai entender que, entre o Centro Histórico, respirar o ar puro das montanhas e o grande lago, Lucerna vai te deixar com memórias inesquecíveis.

1 – Passeio no Centro Histórico – O que fazer em Lucerna

Como é bom caminhar no coração medieval e histórico da cidade, que além de tudo, é atravessado por um canal cristalino. Com certeza é uma experiencia extremamente agradável. Já aconselho colocar um sapato confortável (de preferência um bom tênis), mas é possível fazer tudo a pé.

Centro Histórico de Lucerna

Centro Histórico de Lucerna e o Rio Reuss – Michel Wendling

Cantinho Pitoresco da Cidade

Antes de mais nada é importante dizer que cada esquina abriga restaurantes deliciosos e boutiques charmosas que vendem de joias deslumbrantes (e caras) a souvenirs. Com suas belas fontes e pontes abertas, uma atmosfera romântica reina nas ruas estreitas do Centro Histórico.

Por lá a gente vai caminhando e admirando os impressionantes prédios do século 15 que tem os seus murais pintados a mão. Não deixe de visitar a igreja Saint-Léger, o centro de convenções KKL de Jean Nouvelle e o colégio de Lucerna.

Veja também: Melhor época para viajar para Suíça – Quando ir

Centro histórico de Lucerna

2 – Pontes de Lucerna – um dos principais pontos turísticos

O Kapellbrücke e o Spreuerbrücke são as duas pontes mais babadeiras e icônicas de Lucerna. Elas logo chamam a atenção quando você chega na cidade. Além de trazer um charme especial, elas são usadas ​​para cruzar o Reuss, que é o rio que atravessa a cidade.

Kapellbrücke

É interessante saber que a Kapellbrücke (Ponte Coberta da Capela) é a ponte de madeira coberta mais antiga da Europa e é o monumento mais celebre da cidade. Construída em 1333, originalmente fazia parte das fortificações da cidade.

História através de murais

Caminhando pela ponte, você pode admirar de longe a espetacular arquitetura da cidade e, claro, as belas pinturas que decoram suas vigas. Esses murais contam a rica história de Lucerna e foram criados pelo artista local Hans Heinrich Wägman no século XVII.

À noite, as luzes criam o ambiente perfeito para tirar fotos Maras pro Facebook e instagram, claro. Hahahaha

Ela é deslumbrante e, uma vez lá, você vai entender porque ela é um dos monumentos mais fotografados da Suíça.

Kapellbrücke - O que fazer em Lucerna - 5 atrações imperdíveis

Kapellbrücke – Michel Wendling

Spreuerbrücke

Além da Ponte da Capela, Lucerna é o lar de outra ponte de madeira de grande interesse, a Spreuerbrücke. Embora um pouco mais baixa e menos dominante na aparência, a ponte também é tão charmosa quanto a outra.

Seu nome vem da palavra “Spreu”, que significa “joio”: os moinhos de farinha (trigo) da cidade foram autorizados na época a despejar seus resíduos no rio Reuss a partir desta ponte. Construída em 1408, a metade sul é perpendicular ao rio Reuss, enquanto a parte norte se desvia em ângulo.

Dança da Morte

A Ponte Spreuer, assim como a Ponte da Capela, apresenta uma impressionante série de pinturas. Pintados por Caspar Meglinger entre 1625 e 1635, eles dão um testemunho impressionante de um assunto que estava muito em alta na Idade Média: a Dança da Morte (cada um com sua loucura! Hahaha).

As fotos lembram ao espectador que a morte é onipresente e chega a todos, independentemente de sua posição na vida. Pois ta aí… Já diziam os franceses: C’est la vie (É a vida). Hahaha

3 – Leão de Lucerna

Quando falamos sobre o que fazer em Lucerna – 5 atrações imperdíveis, obviamente temos que incluir o Leão de Lucerna (Löwendenkmal em alemão) que é o símbolo da cidade. Tem 6 metros de altura por 10 metros de comprimento.

Projetado pelo escultor dinamarquês Bertel Thorvaldsen em 1820, este monumento é um memorial dedicado aos soldados suíços que perderam a vida durante a Revolução Francesa.

História

Desde a criação da Confederação, dos primeiros cantões suíços no século 14, a Suíça central conquistou uma boa reputação de região inconquistável.

A qualidade de seus guerreiros era muito conhecida além das fronteiras desses pequenos municípios Suíços.

Assim, os jovens de Lucerna, Uri, Schwyz, Niwald e Obwalden serviam como mercenários em exércitos estrangeiros.

Batalha sangrenta

Em 10 de agosto de 1792, os mercenários suíços experimentaram o episódio mais sangrento de suas histórias. A guarnição de mercenários suíços do rei Luís XVI da França tenta repelir os ataques dos revolucionários.

Os conflitos foram de uma forte violência e 850 mercenários – jovens nativos desta região da Suíça central – morreram durante os combates ou foram guilhotinados nos dias 2 e 3 de setembro do mesmo ano.

Acima do leão está a inscrição “HELVETIORUM FIDEI AC VIRTUTI”, que se traduz como “Pela lealdade e coragem dos suíços”.

Pode te interessar: Melhor época para ir a Estrasburgo, na França.

O que fazer em Lucerna

Leão de Lucerna – Michel Wendling

4 – Monte Pilatus – atrações imperdíveis de Lucerna

Os picos nevados do Monte Pilatus oferecem uma aventura panorâmica nos arredores da cidade. Esta maravilha natural pode ser observada desde a cidade, mas também é possível abordá-la para contemplá-la mais de perto.

Tudo que você precisa fazer é pegar um ônibus da estação ferroviária de Lucerna na direção de Kriens; o passeio de gôndola e teleférico até o topo é inesquecível.

Teleférico

Um bilhete de adulto custa 72CHF (R$440 aproximadamente), mas tarifas reduzidas e passes de trem estão disponíveis. Tenha certeza de que você não se arrependerá do investimento, que inclui acesso a trilhas de exploração perfeitas para caminhadas ou “mountain bike”.

Para preços e mais informações clique aqui.

O que fazer em Lucerna - 5 atrações imperdíveis

Teleférico do Monte Pilatus – Fonte: Google – Michel Wendling

Atividades – atrações imperdíveis de Lucerna

Se você deseja uma experiência mara, desça na estação Fräkmüntegg durante a subida. É o ponto de partida do Fräkigaudi, o tobogã de verão mais longo de toda a Suíça.

O monte Pilatus, além de poder ser visitado durante o ano inteiro, é uma atração imperdível na lista do que fazer em Lucerna, e independentemente da época do ano que você escolha ir, é aconselhável se cobrir bem, porque o vento pode ser gelado.

Diferentes estações

Antes de mais nada, no inverno, você pode praticar alguns esportes de neve, tobogã, além do mais, é lá que também está localizado o maior mercado de Natal da Europa.

No enquanto, no verão, você pode praticar parapente e caminhadas. Sem esquecer o parque de aventuras que oferece múltiplas experiências para quem gosta de emoções fortes.

Em suma: É babado!

Não perca: Melhor época para ir a Minsk, Belarus.

5 – Lago dos 4 cantões

O lago dos 4 cantões, também conhecido como o “Lago de Lucerna” e praticamente quase impronunciável (pra gente) em alemão (Vierwaldstättersee) é uma extensão cintilante de serenidade e tranquilidade. De antemão já digo que vai ser uma das mais belas paisagens que você vai ver na vida.

E no verão você pode até nadar nele entre os cisnes e com os Alpes como plano de fundo. Mara, né?

Pode te interessar: Moedas da Europa: quais são e quais usar?

Lago de Lucerna - O que fazer em Lucerna - 5 atrações imperdíveis

Lago dos 4 cantões – Michel Wendling

Passeios de barco – atrações turísticas da cidade

A fim de apreciar totalmente da melhor maneira o esplendor desse cenário de conto de fadas é participar de um do passeios de barco oferecido.

A maioria dos barcos saem de Lucerna, mas você também terá a opção de embarcar em outras cidades ao longo do lago. Além disso, os barcos contam com 2 classes e os preços variam de acordo com o passeio, mas pra dar um exemplo, um dos passeios de 1h45 minutos na 2° classe, custa 30CHF (R$184 aproximadamente).

Você pode encontrar aqui mais informações e preços dos passeios.

Onde se hospedar em Lucerna

SIMPLES, MAS CONFIÁVEL $$

Primeiramente, o ibis é o conhecido e queridinho de todo mundo, com seus quartos padrões e preços baixos, o hotel está sempre lá atendendo as nossas necessidades.

Então o Ibis Luzern Kriens é uma boa opção de estadia, e está localizado próximo à estação Central da cidade.

Diária para 2 pessoas a partir de 90€.

LUXO $$$$

Se dinheiro não é um problema e você goste de luxo, o Hotel Schweizerhof Luzern é, então, sua melhor opção. Hotel de Luxo super bem avaliado, com diversas facilidades e no coração histórico da cidade e em frente ao Lago dos Quatro Cantões.

Diária para 2 pessoas a partir de 310€

Dica: O que fazer em Bonn na Alemanha.

Roteiro e conclusão de o que fazer em Lucerna, na Suíça

Definitivamente já deu pra perceber que a cidade é rica em história e charme, né? É uma das cidades mais visitadas da Suíça e uma das mais lindas também.

Agora que você já conhece 5 atrações imperdíveis quando o assunto é o que fazer em Lucerna, não deixe a cidade de fora do seu roteiro quando passar pela bela Suíça.

Dessa forma espero que tenham gostado de mais essas dicas sobre essa cidade charmosa e pitoresca.

Outros artigos interessantes

Do mesmo modo, aconselho você a acompanhar os meus outros artigos abaixo e descubra mais lugares pitorescos.

O que visitar na região da Alsácia na França.

Como é voar com a Swiss na classe executiva em 2021

O que fazer em Cesky Krumlov

Como é voar com a Ryanair – A principal low cost da Europa

O que fazer em Locarno na Suíça – 5 atrações imperdíveis

Melhor época para viajar para a Suíça: quando ir

O que fazer em Estrasburgo – 10 atrações imperdíveis 

Como usar o Google flights

Melhor época para ir a Estrasburgo

O que fazer em Basel na Suíça

Como é voar na executiva da Qatar

O que fazer em Colmar na França – principais atrações 

O que fazer em Hallstatt

 

Por outro lado, você também pode acompanhar mais dicas e como é a vida na Europa através do meu Instagram @michelrwendling.

 

Danke! (Obrigado)

post a comment