Top

Dicas de Minsk Belarus

Dicas de Minsk Belarus

Se você tem vontade de conhecer a Bielorussia, ou já tem viagem marcada pra lá, esse post aqui é pra você, Consegui reunir por aqui, muitas Dicas de Minsk Belarus, um lugar surpreendente, onde nós brasileiros somos muito bem vindos,

A capital de Belarus é um lugar progressivo, moderno e limpo. Cafés elegantes, restaurantes impressionantes, bem como casas noturnas lotadas competem pela sua atenção. Apesar da forte presença da polícia e dos cidadãos obedientes, Minsk é um lugar totalmente agradável, e seguro.

Neste artigo escrevi várias dicas de Minsk Belarus e tudo que você precisa saber para viajar para a capital bielorrussa, desde vistos às melhores experiências, além disso, fiz também uma lista de coisas que você não deve fazer por lá.

Vamos começar?

Informações gerais

  • População da Bielorússia: 9 500 000 de pessoas
  • Línguas oficiais: Bielo-russo, Russo
  • Religião principal: Cristão ortodoxo russo
  • Expectativa de vida: 69 anos (homens), 75 anos (mulheres)
  • Moeda local: rublo bielorrusso 2 rublos = R$4
  • Principais exportações: maquinaria pesada, produtos agrícolas, produtos minerais
  • Renda média anual: R$29.500
  • Código de discagem internacional: +375
  • Tensão na Bielorússia: 200 AC 50 Hz
Minsk é um país muito seguro

Minsk é um país muito seguro. Paula Rocha

Visto para Minsk

Essa certamente é uma das dicas de Minsk Belarus que você deve saber. Em 2017 com o intuito de fomentar o turismo no país, o governo de Belarus retirou a exigência de visto para muitas nações, incluindo a nossa… Brasilllll. Ou seja, nós brasileiros podemos ficar em solo Bielorussano (hahaha nem é assim que escreve), por 90 dias.

Veja aqui no site do Itamaraty, os países onde nós brasileiros podemos entrar sem visto.

Abaixo segue uma listinha de quem pode entrar sem visto em Belarus, se você conhecer alguém pelo caminho essa informação também poderá ser útil, neh?

Alguns países que podem visitar a Bielorússia (Belarus) sem visto

  • Argentina – 90 dias sem visto
  • Armênia
  • Azerbaijão
  • Brasil – 90 dias sem visto
  • Catar – 30 dias sem visto
  • Cazaquistão
  • Cuba – 30 dias sem visto
  • Emirados Árabes Unidos – 30 dias sem visto
  • Equador – 30 dias sem visto
  • Georgia
  • Israel – 90 dias de 180 dias sem visto
  • Macau – 30 dias sem visto
  • Macedônia – com um convite particular ou voucher turístico
  • Moldávia, Mongólia e Montenegro – 30 dias com um convite particular ou voucher de turismo
  • Quirguistão
  • Rússia – 30 dias sem visto
  • Sérvia – 30 dias sem visto
  • Tajiquistão – 30 dias sem visto
  • Turquia – 30 dias sem visto
  • Ucrânia
  • Uzbequistão – 90 dias sem visto
  • Venezuela – 90 dias sem visto
visto para entrar em Minsk

Foto: Maya da Poderosas Mães

Seguro de viagem para a Bielo-Rússia

Leve o seu passaporte, bem como o seguro viagem, que é obrigatório para entrar no país. Se a sua estada for superior a 5 dias úteis, você deverá registrar a sua passagem na cidade no Departamento de Assuntos Internos da região, você será orientado no aeroporto.

Chernobyl hojeVeja tambémChernobyl hoje

Eu cheguei de trem, e quando viram o passaporte brasileiro eles não me pediram nem o seguro viagem, mas levem!!! Já soube de gente que não levou o seguro e não conseguiu entrar.

Além disso, o valor é baixo e você pode fazer direto pelo site www.belarus.by/en/travel/insurance e pagar com cartão de crédito. Só uma outra diquinha, o seguro do Tratado de Schengen não é aceito em Belarus, tem que ser o deles mesmo ok?

Caso não tenha conseguido fazer o pagamento pelo site, ele pode ser comprado em um quiosque próximo ao controle de passaportes do aeroporto (traga euros ou dólares americanos para comprar).

Além do passaporte válido, tenha também duas páginas em branco, não precisa ser frente e verso, e tenha também com você, dinheiro suficiente ou comprovante de fundos de pelo menos 25 € (R$150) para cada dia de sua estada.

Recomendo meu post: Como escolher um bom seguro viagem.

Indo do aeroporto de Minsk para o centro da cidade

Eu sei que muita gente chega em Minsk por via aérea, e por isso reuni aqui algumas dicas de como sair do aeroporto sem maiores transtornos,  Confira abaixo  como chegar ao centro de Minsk Belarus! O aeroporto fica a 42 km do centro da cidade. Você tem quatro opções:

1) Pegar um ônibus

A forma mais barata de ir do aeroporto de Minsk para o centro da cidade é pegando o ônibus número 300, ele sai a cada 40 minutos, e a viagem leva cerca de 60 minutos. No entanto, apesar de ser barata é também mais lenta. A parada final fica a cerca de 100 metros da estação ferroviária. Custa 4 rublos bielorrussos, ou cerca de R$8. Preço muito bom!

2) Táxi

Para ir do aeroporto até o centro de Minsk, muita gente opta por ter mais comodidade e escolhem o taxi, Esse trajeto custa cerca de 80 rublos, (+/- R$160 – 180) e você certamente encontrará um com facilidade na área de desembarque. Se dinheiro não é problema vá de taxiiii, se sabe, tava morrendo de saudades hahaha.

3) Uber

Sim!!! Tem Uber em Minsk hahaha Dica quentinha de Minsk

Essa é a melhor opção para sair do aeroporto de Minsk e de qualquer outro aeroporto do mundo. O aeroporto tem wifi, então você poderá pedir um Uber sem problemas. Além disso, você acaba gastando menos e com o conforto de um taxi. Quanto ao valor é cerca de 35 rublos, R$70. Pegar um Uber do aeroporto de Minsk para o seu hotel é uma boa pedida.

4) Carro alugado

Você pode alugar carros no aeroporto de Minsk, tem muitas locadoras de carros internacionais, não é necessário ter uma Carteira de Habilitação Internacional para dirigir em Belarus, com a nossa CNH já tamos bonitinhos dentro da lei. hahaha. Entretanto é preciso fazer um seguro do carro, que não custa nem R$10 por dia.

Além disso, em Minsk carros de passeio locais não pagam pedágio. Os pedágio na Bielorussia são apenas para carros de fora, caminhões e outros carros de trabalho.

  • Dica: alugar um carro pode ser bacana, mas não esqueça que as placas são em cirílico e podem confundir bastante a sua cabeça.

Pode te interessar: Como tirar carteira de Habilitação Internacional.

ônibus em Minsk

Ônibus em Minsk Paula Rocha

Como eu cheguei na Bielorússia

Pra chegar na Bielorússia não tem muita dificuldade,  você pode chegar por terra ou por via aérea, avião, ônibus e trem… Se você for visitar os países Bálticos (Estônia, Letônia e Lituânia) a dica é ir de trem por Vilnius na Lituânia, é o meio mais tranquilo e rápido.

Pegamos o trem às 6 da manhã e demorou em média 2h30 pra chegar lá, nós compramos online, porém ficamos um pouco confusos na hora de embarcar, sorte que tínhamos o google tradutor (baixe offline). Compre a passagem direto na estação, o preço é igual, custa em média R$140 ida e volta e você pode pagar com cartão de crédito.

O trem que faz esse trajeto Vilnius-Minsk é bem moderno e tem até wifi, o controle de fronteira é bem tranquilo, os agentes militares entram no trem e pedem o passaporte, nesse momento fique tranquilo, não pegue no celular e nem tire fotos. e a mais importante de todas as dicas de Minsk, Em hipótese alguma deixe dinheiro dentro do passaporte, você pode ser preso!! Falo disso mais abaixo no tópico sobre o que não fazer na Bielorússia.

Na chegada ao país você desce e já se depara com uma linda estação de trem. Dentro do terminal tem caixas eletrônicos, Burguer King, cafés e casa de câmbio. Nós preferimos sacar o dinheiro, mas o que sobrou nós trocamos por euro.

como chegar em Minsk-dicas de Minsk Belarus

Dicas de Minsk Belarus-trem Vilnius-Minsk Paula Rocha

Qual a moeda usada em Minsk

Na Bielo-Rússia, eles usam o rublo da Bielorússia (BYR) e aproximadamente 1USD = 2,50BYR. Sendo 1 BYR = R$ 2,18, pra ficar mais fácil é só pensar que 1 rublo é como 2 reais do nosso dinheiro.

Fomos em mercados, lojas e restaurantes, em todos aceitam cartão de crédito, mas sempre trocamos dinheiro para garantir neh?

Tome cuidado com os golpes, sim a Bielorussia é um país seguro, mas como em todos os lugares do mundo, tem sim os espertinhos que adoram um bom e desligado turista.

Se liga nessa dica pra não cair no golpe do dinheiro.

Há pouco tempo os rublos bielorrussos eram com notas de BYR5.000, BYR10.000, BYR20.000, mas já tem um tempo que eles retiraram os 000 (mil), e o dinheiro antigo não vale mais. Entretanto, tem alguns espertinhos que enganam turistas passando essas notas, tomem cuidado!!! Troque dinheiro na estação!

Dica: Diferente da Finlândia que não tem o costume de receber gorjetas, em Minsk é normal dar tip (taxa de serviço) entre 5% e 10% do valor da conta.

Moeda local de Minsk

Moeda local de Minsk-Onde trocar dinheiro. Paula Rocha

Transporte público em Minsk

Quase tudo que eu fiz em Minsk foi caminhando, isso mesmo, da pra conhecer as principais atrações da cidade fazendo um roteiro a pé, e olha que eu não gosto de andar muito hahaha. Peguei o metrô só umas duas vezes e tive uma boa experiência, tudo muito limpo e organizado, tanto o metrô quanto as estações são muito parecidos com os da Russia.

São apenas duas linhas, vermelha e azul e no mapa tem o desenho de alguns pontos turísticos. Impossível se perder.

A passagem de metrô em Minsk Belarus custa em média R$1,30 bem baratinho e funcional. basta se dirigir para uma cabine, entregar o dinheiro e receberá um token parecido com uma ficha de orelhão hahaha. Coloque na catraca e siga em frente!!!

Mapa do metro em Minsk

Mapa do metro em Minsk.Paula Rocha

Quando ir a Bielorussia

Com certeza o inverno não é a melhor época para visitar Bielo-Rússia!

Bielorússia é lugar muito frio (no inverno fica abaixo de zero), então você deve evitar isso. É recomendável visitar no verão, onde não terá tantas pessoas.

A melhor época para visitar a Bielorussia seria de março a maio ou de setembro a outubro, pois é o meio da temporada mundial.

Recomendo a leitura: Melhor época para viajar para Minsk.

5 motivos para visitar a Bielo-Rússia

  1. Um dos poucos países da ex-União Soviética que ainda têm símbolos soviéticos e estátuas de Lenin, além disso é extremamente limpo e organizado.
  2. Super barato!
  3. Tem muitas arquiteturas interessantes, avenidas e praças típicas dos tempos comunistas;
  4. Você pode encontrar a incrível Fortaleza de Brest e um monumento aos caídos na Grande Guerra Patriótica (Segunda Guerra Mundial);
  5. É um dos países menos explorados da Europa;
Minsk a última ditadura da Europa

Minsk a última ditadura da Europa. Certamente um lugar interessante Paula Rocha

É seguro viajar para Minsk?

Minsk é uma cidade limpa e segura, você raramente se sentirá ameaçado em algum local da cidade, dificilmente  encontrará lixo no chão, eu não vi nenhum!!!

Além disso, a cidade é lotada de espaços verdes que são muito bem cuidados, os lagos e parques são muito bem cuidados, coisa linda mesmo!

Cabe ressaltar que pelo fato da Bielorússia ser fortemente militarizada, você vê soldados por toda parte, Eu me senti muito segura lá e voltaria outras vezes!!!

Outra coisa que achei muito legal, é que algumas faixas de pedestres tem luzes no chão, ficando verde quando pode atravessar e vermelha quando não pode, tipo um farol de chão, achei bem moderno.

Como vivem as pessoas em Minsk

caminhando pelas ruas de Minsk-faixa de pedestre inteligente Paula Rocha

Língua

O idioma oficial na Bielo-Rússia é o bielorrusso, junto com o russo. Eles são próximos, mas diferentes, e acredito que certamente tenham a mesma relação que o espanhol com o catalão e o português. Parecidos e diferentes hahaha.

Quase não encontrei ninguém falando inglês por lá, o que eu recomendo ;e que você tenha baixado no celular o google tradutor, me ajudou bastante na hora de resolver um probleminha na minha passagem de trem.

O povo de Minsk é muito bacana, tenta ao máximo te ajudar, mesmo não entendendo a língua. Uma dica que posso lhe dar é que se conseguir, tenha um print, ou uma impressão do alfabeto cirílico, vai te ajudar bastante na identificação das placas:)

Agora que vocês já sabem sobre os vistos, transportes para sair do aeroporto e sabem que a Minsk é uma cidade limpa e segura, já podemos seguir com as outras dicas de Minsk Belarus.

Alfabeto Cirílico. Imagem: Anastasia Sergeeva / Shutterstock.com

Alfabeto Cirílico. Foto: Anastasia Sergeeva / Shutterstock.com

O que beber em Minsk

Assim como a vizinha russa, a Bielorússia também é um país cheia de gente pé de cana hahaha, bebidas diferentes que não vão faltar por lá. Eu mesma fui no mercado e comprei algumas garrafas antes de voltar para Vilnius (capital da Lituânia).

Bielorússia não é Russia, mas tem vodka!!!

Beba vodka de todos os tipos, desde Minsk Kristall a bálsamos com infusão de ervas. O Central on Independence Avenue 23 é um bar clássico da época soviética e vale a visita. Certamente beber vodka e as cervejas é uma ótima dica do que fazer em Minsk Belarus.

Veja também outras bebidas:

  • Krambambulia é uma mistura de vinho tinto e vários tipos de licores, incluindo rum, vodka ou gin;
  • Kvas é uma cerveja sem álcool, além disso é preparada com pão  de centeio escuro, fermento, ervas, água e açúcar;
  • Kisel uma bebida sem álcool, é feito de aveia que é fervida em água e assada no fogão e depois engrossada com fécula de batata.

Bom, nem só de beber que vive o Mala Rosa néh? De comer a gente entende bem também hahah não brincamos em serviço 🙂 Bora agora conhecer as comidas típicas de Belarus.

Cervejas da Bielorussia

cervejas de Minsk Paula Rocha

Comidas típicas em Minsk

Confira abaixo algumas dicas de comidas típicas em Minsk Belarus;

  • Borsch – A famosa sopa de beterraba com creme de leite e outros vegetais e um clássico da União Soviética. Eles afirmam que vem originalmente da Ucrânia, mas está disponível tanto na Bielo-Rússia quanto lá;
  • Dranikis – Panqueca de batata, dizem que é o prato mais tradicional do país. Às vezes vem com bacon, enquanto outras serve apenas como acompanhamento;
  • Kletksi – Na Rússia eles os chamam de pelmeni , na Ucrânia varenyky , na Polônia pierogi e na Bielo-Rússia kletski .

Estes são os pratos mais famosos, no entanto também têm outros alimentos com maior influência polaca ou lituana, como o Zhurek, uma sopa de pão preto com gordura animal e vegetais. Prove!!!

Caso você esteja na lista de viajantes que viajam e não provam a comida local, não se preocupe, em Minsk tem fast food, Burguer King, Pizza Hut entre outros. Você vai encontrar lanches no Burguer King a partir de BYR2, R$4, e combos a partir de  BYR10/R$20. Já os restaurantes tem pratos a partir de BYR12/ R$25 por pessoa.

Onde comer em Minsk

Onde comer em Minsk. Paula Rocha

Internet: dicas de Minsk Belarus

Essa é uma das dicas de Minsk Belarus que você talvez não saiba! Você sabia que a Bielo-Rússia é um importante centro de TI na região? Além disso, eles têm o que é conhecido como High-Tech-Park , uma versão do Vale do Silício.

Enfim, pode ser por isso que a internet em Minsk é tão rápida, uma das conexões mais rápidas do continente, e no resto do país é muito boa.

Além disso, quase todos os cafés têm um bom wifi e, quanto à internet móvel, compre um cartão SIM na MTS , a empresa de telefonia móvel que tem um ovo como logotipo.

 Se liga: Já vou logo avisando, se não tiver um número de lá você não consegue internet wifi, precisa do código que é enviado via mensagem.

Simbolo da operadora de celular. Foto: MTS

O que não fazer em Minsk

Se você querem saber o que fazer em Minsk entre aqui. Agora vou dar umas dicas pra vocês, sobre o que não fazer em Minsk, algumas coisas são bizarras e outras bem interessante. Portanto se você quer ter uma boa estada turística na Bielorússia, e não se envolver com problemas ou policiais leia atentamente as 5 dicas abaixo:

5 coisas pra não fazer em Minsk Belarus

1- Consumir bebidas alcoólicas em locais públicos

Em Minsk Belarus não pode beber álcool na rua, muito menos em pontos turísticos, praças, parques e transportes públicos. Caso você seja pego bebendo em praça pública receberá uma multa que pode chegar a 350 rublos, ou seja R$700, e na segunda vez poderá ser até preso! Fique ligado! Mas não fique triste, procure um bar!

2- Não brigue ou xingue as pessoas em público

Sabe aquele momento que você se irrita com alguém na rua, e começa aquele bate boca, tipo no empurra- empurra do metrô de são Paulo às 17h, então, na Bielorussia, se você for pego falando palavrões, (palavras de baixo calão) à outras pessoas, você pode tomar uma multa de até 700 rublos (R$1,500). Engula o choro, ops, o xingo e siga em frente.

3- Não use drogas em Belarus

Diferente do Brasil, que se você é pego usando drogas apenas responde como usuário, na Bielorussia, se você usar drogas ilícitas ou se prostituir dentro do país você será preso. Gosta de fumar um, vá pra Amsterdam e não para Belarus.

4- Não tire fotos de tudo que vê pela frente

Alguns edifícios e lugares são “protegidos pelo estado”, ou seja, são proibidas as fotos, claro que eu só descobri quando voltei de lá e já tinha tirado foto até da senhorinha do cachorro quente hahaha. Mas achei importante avisar vocês e por isso esse tópico de coisas que você não deve fazer, nem em Minsk e nem em toda Bielorússia.

Entre os lugares que estão proibidos fazer fotos, estão o prédio da KGB, no Palácio do Governo, no metrô ou na estação ferroviária. Sim, sem saber tenho fotos de todos eles. Ah, me disseram que não sabem de pessoas que são multadas ou presas por isso, o que se sabe é que se pegarem você será obrigado e apagar as fotos. Mas… vigia, vigia pra não se meter em confusão.

5- Não coloque dinheiro dentro do seu passaporte

Caso você seja parado, seja na fronteira, imigração ou na rua, e entregar seu passaporte com dinheiro para um agente policial ver, você pode ser preso, isso mesmo, na Bielorussia, mostrar ou entregar o passaporte portando dinheiro dentro, é considerado suborno. Portanto, lembre-se, passaporte não é carteira!

prédio da KGB em Minsk

Prédio da KGB. Paula Rocha

10 curiosidades sobre Belarus

  1. A Bielorússia é governada pelo mesmo presidente desde 1994 e atualmente está tendo uma série de protestos por lá. O cara ganhou outra vez nas urnas, só que quase 90% dos eleitores na rua protestando que não votaram nele… Pode isso, Braseel?
  2.  O país foi quase que totalmente devastado pelos Nazistas… De 290 cidades, apenas 81 continuaram inteiras. Um marco bem triste para todos.
  3. A Bielorússia foi o país mais atingido pelo acidente de Chernobyl, tanto que o governo mede até hoje o nível de radiação da população ☢️
  4.  O país era um dos mais fechados do leste europeu, e nós brasileiros somos sortudos em não precisarmos de visto para entrar lá.
  5. Cerca de 40% de todo país é coberto por florestas, e boa parte está contaminada por Césio-137, derivado do acidente de Chernobyl.
  6.  O prédio da biblioteca conta com mais de 10 milhões de exemplares, esse prédio em forma de 💎  foi parcialmente financiado por nada mais nada menos que Saddam Hossein… ele fez uma doação de meio milhão de dólares para ela ser concluída
  7. A Bielorússia é um dos países mais baratos do mundo para se viver, e quem pensa que não tem nada, certamente está enganado, até Mc Donalds e Burguer King tem por lá.
  8.  O assassino mais famoso do mundo, Lee Harvey, mais conhecido como o assassino do presidente John Kennedy morava na Bielorússia.
  9. A Bielorússia é um dos países mais limpos e mais organizados que eu já visitei, sem contar o povo que é super hospitaleiro.
  10. Na Bielorussia tem pena de morte, eles tratam isso com o maior sigilo, os condenados morrem com um tiro na cabeça e não sabem nem o dia e nem a hora que isso vai acontecer. Si-nis-tro!
Apartamento que morava o assassino de John F. Kennedy

Apartamento que morava o assassino de John F. Kennedy. Paula Rocha

Minsk Belarus, sim ou não?

E você? Visitaria a Bielorussia? eu garanto que é um país bem interessante e eu voltaria mais vezes, principalmente pra conhecer outras cidades.

Vejam essa e outras viagens no Instagram do Mala Rosa.

Eu sou Paula Rocha, nascida e criada na pitoresca cidade de Pirapora do Bom Jesus, SP. Apaixonada pelos animais, pela cor rosa e por globinhos de neve. Gosto de cerveja gelada, comer sem frescura e de viajar o máximo possível pagando o justo. Bora viajar?

Comentários:

  • Mario Printes

    29 de janeiro de 2021

    Adorei saber sobre esse país que pretendo e vou conhecer em breve. Obrigado pela ajuda.

    reply...

Envie um comentário