Top

Dicas de Puno

Quanto mais eu conheço esse país, mais apaixonada por ele eu fico. E bom, é meu dever te deixar também louco de vontade para conhecer o Peru, portanto, trago dicas de Puno, a capital folclórica e cheia de magia localizada a mais de 3 mil metros de altitude.

Puno é um convite para a misticidade e embora seja bem pequenininha com relação a outras cidades turísticas do Peru, é um lugar incrível que merece estar na sua lista quando for programar seu roteiro.

Portanto, seja bem-vindo ao Peru e a Puno e chega de mimimi, vamos começar a faltar sobre as dicas de lá?

Informações importantes do Peru

Antes de viajarmos para o exterior, precisamos saber algumas informações básicas para não passar por perrengues, certo?

Então, antes de descobrir quanto custa viajar para o Peru, confira as principais dicas sobre o Peru que você precisa saber antes de viajar.

  • Onde fica o Peru: é um país localizado na América do Sul e faz fronteira com cinco países (Equador ao norte, Colômbia a nordeste, Brasil e Bolívia a leste e Chile ao sul).
  • Capital: Lima
  • Idioma: o oficial é o espanhol, no entanto, mais de outras 40 línguas são faladas no país, incluindo quíchua e aimará.
  • Fuso horário: o fuso horário é o GMT – 5:00, a diferença entre Peru e o Brasil são de 2 horas.
  • Tomada: a maioria delas é do tipo A e B e possuem dois pinos chatos e dois redondos.
  • Voltagem: 220 V
  • Precisa de passaporte? não precisa de passaporte, apenas RG.
  • Precisa de visto? Brasileiros não precisam de visto para entrar no Peru.
  • Vacina: ao embarcar, será solicitada a carteira de vacinação contra a COVID-19 com 2 doses da vacina. Caso contrário, precisa fazer o teste PCR.
  • Moeda local: a moeda local é o Novo Sol e alguns lugares turísticos podem aceitar dólares como forma de pagamento.
  • Melhor chip de internet: Bitel
dicas de puno

Informações importantes sobre o Peru – Dicas de Puno. Foto: Paula Rocha.

Veja também: Dicas de Ica

Onde fica Puno

Puno está localizada no Sul do Peru e curiosamente está mais perto da capital boliviana do que de seu próprio país e é considerada a Capital Folclórica do Peru.

Com pouco mais de cem mil habitantes, a pequena cidade preserva seus encantos, mistérios e histórias, mantendo-se distante das influências externas que poderiam afetar sua cultura, fazendo dela, uma das cidades turísticas mais fantásticas do Peru.

Puno está bem distante da capital, aproximadamente 1.290 km, o que dá quase um dia de viagem de ônibus.

De Cusco a distância é bem menor, são apenas 386 km que podem ser percorrido em 6 horas.

Arequipa então está “pertinho” e se estiver fazendo um super tour, vale a pena fazer uma parada por lá. São 298 km da Cidade Branca até a Capital Folclórica do Peru.

dicas de puno

Puno – A cidade folclórica do Peru. Foto: Paula Rocha.

1. O que levar na mala para Puno

Se vai fazer um tour pelo Peru e Puno está na sua lista de destinos, o bacana é preparar uma mala que seja capaz de atendê-lo em qualquer uma das cidades que decidir visitar.

Portanto, confere as dicas de Puno e o que levar na mala para aproveitar essa cidade cheia de cores e vida.

As estações no ano por lá se dividem em duas: estação seca e estação chuvosa, sendo assim, o ideal é levar roupas que atendam a estas duas estações.

  • Tênis e roupas confortáveis para conhecer os pontos turísticos de Puno.
  • Roupas de frio, é legal levar uma mais pesada e quentinha e uma peça mais leve (se for no inverno, considere o fato das temperaturas caírem muito e leve mais de um casaco quente, você irá precisar.
  • Touca, chapéu ou bonés também se farão úteis, principalmente durante as caminhadas.
  • Protetor solar e protetor labial, são coisas que nunca podem faltar, o protetor labial hidrata bem a boca nas alturas.
  • Acessórios de frio: lucas, cachecol, e gorros (adquira tudo isso em Cusco, lá tem a loja mais barata do país);
  • Chinelo e roupas mais confortáveis para usar enquanto estiver no hotel;

Importante: o bacana é que todas essas peças poderão ser usadas caso decida seguir para Machu Picchu e para outras cidades do país.

 

6 opções de hospedagem que valem a pena em Puno.

($) Se você quer economizar, o Hotel Terra Mística Ciudad del Lago e o Utasa Inn são pousadas boas e baratas.

($$) Com bom custo-benefício, o Hotel Hacienda Puno a e o Qelqatani Hotel são confortáveis e bem localizadas.

($$$) Mas se você quer algo mais bacanudo, o GHL Hotel Lago Titicaca e o Uros Samaranã Uta Lodge são excelentes.

-> Clique aqui e veja as melhores promoções de hospedagem em Puno.

2. Melhor época para conhecer Puno

Puno está a 3.830 metros acima do nível no mar, quase 1.000 metros a mais que Machu Picchu, portanto, lá o clima será sempre frio e seco, não importa a época do ano.

Porém, assim como qualquer outro lugar no mundo, Puno também tem uma melhor época para conhecer a cidade.

As estações se dividem em duas e são bem características em cada uma delas.

Estação chuvosa

Entre os meses de outubro até abril, são os meses que basicamente compreendem ao verão, as temperatura estão um pouco mais elevadas, alcançando até 15º durante o dia.

Porém, é nessa época que a incidência de chuvas é maior, principalmente dezembro, janeiro e fevereiro representam os meses com maior índice pluviométrico.

Curiosamente, está em fevereiro a melhor época para conhecer Puno, pois é neste mês que acontece a festa mais tradicional de Puno: a festa da Virgen de La Candelaria, no qual a cidade fica tomada por danças e pratos típicos que encantam os turistas.

O festival acontece sempre no dia 02 de fevereiro e embora o clima não esteja dos melhores, é uma oportunidade incrível para conhecer a cultura de Puno.

Estação seca

Neste período que compreende ao inverno as temperaturas são extremamente baixas, podendo chegar a 0º, porém a incidência de chuvas é extremamente rara.

A alta temporada, de Puno acontece durante os meses de junho, julho e agosto, período de férias escolares dos brasileiros e de muitos países europeus.

Por não chover, vale a pena carregar nas roupas de frio e ir visitar essa cidade tipicamente folclórica durante suas férias.

dicas de puno

Melhor época para visitar Puno, no Peru. Foto: Paula Rocha.

Clique e confira: melhor época para viajar para o Peru

3. Quantos dias devo ficar?

Puno fica a uma altitude super elevada e por isso, a aclimatação nessa região é tão importante, em casos mais graves de soroche, que é o mal estar causado em quem está muitos metros acima do nível do mar, é necessário até mesmo intervenção médica, portanto, vá com calma.

Portanto, 2 dias no máximo são suficientes para conhecer bem a capital folclórica e seguir para a próxima cidade.

Embora tenha muitos atrativos, a maioria fica na região central e pode ser visitado em poucas horas.

Veja também quanto custa viajar para o Peru

4. Dicas de Puno: Como se locomover

Em Puno as duas formas de se locomover dentro da cidade é de táxi ou a pé.

É possível conhecer toda a região histórica caminhando e para locais mais distantes, é só pegar um táxi.

Para os passeios no Lago Titicaca é possível seguir de lancha ou barco.

Saiba tudo sobre como se locomover no Peru

5. Dicas de Puno: como chegar

Existem duas formas de chegar a Puno: de avião ou de ônibus.

Não há aeroporto na cidade de Puno, porém o mais próximo está a apenas 43 km e é o de Juliaca (JUL). Outra opção é desembarcar em Arequipa (AQP) a 175 km.

Grande empresas aéreas, como a Latam operam com o trajeto. A passagem de Lima para Juliaca não é cara, principalmente se comprá-la com antecedência, chegando a custar apenas R$230 dependendo da época do ano.

O valor é semelhante partindo de Cusco.

De Juliaca (aeroporto mais próximo) para Puno, você deverá seguir de ônibus ou táxi. A passagem de ônibus custa a partir de R$25 e o trajeto dura tem torno de 1 hr e 10 minutos e de táxi o valor cobrado é geralmente a partir de R$45.

É possível ainda ir de Lima, a capital até a Capital Folclórica de ônibus, mas prepare-se porque a viagem é longa.

Pouco mais de 24 horas de viagem e vamos considerar o fato de que as estradas do Peru são estão entre as melhores do mundo.

A passagem custa a partir de R$80.

De Cusco para Puno a distância e o tempo para ir de ônibus são bem menores, quase 8 horas de viagem. É possível ainda pegar um avião até Juliaca ou Arequipa e seguir destas regiões mais próximas por outro meio de transporte.

Passagens áreas

Como eu disse anteriormente no “como chegar”, infelizmente não existem voos diretos do Brasil para Puno e nem de outra região do Peru para lá, mas é possível desembarcar bem próximo a cidade se programando com antecedência e viajando assim, de forma muito mais segura.

A dica padrão é pesquisar com bastante antecedência passagens aéreas para seu destino, isso gera uma super economia.

A segunda dica é: conheçam e adquiram programas de Milhas, é uma opção que vale super a pena.

Aliás, aqui no site temos um artigo completo sobre como usar o Google Flights e encontrar passagens baratas, certamente fará a diferença no seu bolso.

Veja também: Como se locomover em Buenos Aires: melhores meios de transporte.

avião

Como chegar em Puno – avião entre as cidades do Peru. Foto: Paula Rocha.

Pode ser interessante: como chegar a Machu Picchu

6. Dicas de Puno: melhores passeios

Puno é uma cidade mais simples com relação a outras bem famosas no Peru: como Cusco e Arequipa, mas ainda possui inúmeras atrações que certamente transformarão seu roteiro pelo país em uma memorável aventura.

Conhecida, principalmente, por está às margens do Rio Titicaca, está é de fato o principal ponto turístico de Puno, mas não o único, por isso vou trazer algumas dicas de o que fazer em Puno.

O que fazer de graça

Plaza de Armas

Assim como todas as cidades peruanas, Puno também tem sua Plaza de Armas.

De lá, é possível seguir para conhecer os pontos turísticos ao redor. Se tiver pouco tempo no Peru, 1 dia é suficiente para conhecer ao menos a região central.

Passear pela rua Jirón Lima

Esta é a rua mais famosa de Puno e se liga a região central com seu antigo conjunto arquitetônico, composto por casas construídas no estilo colonial.

É lá que você encontrará inúmeros restaurantes, cafeterias e lojas de artesanato e é um passeio que segue a mesma direção de todo tour histórico, portanto, é possível fazê-lo a pé mesmo.

Catedral de Puno

A Catedral de Puno etá localizada bem próxima a Plaza de Armas e posicionada “ao fundo” forma o cenário perfeito para uma bela fotografia.

Mais antiga que a Plaza de Armas, a Catedral foi construída em 1757 e é considerada Patrimônio Histórico Cultural da Nação do Peru.

Casa del Corregidor

Este é um dos pontos turísticos mais antigos da cidade e em seu tour histórico é fundamental que você dedique um tempo a conhecê-lo.

É a construção mais antiga de Puno, em estilo colonial, é atualmente um centro cultural e possui um café dentro que serve comidas típicas da região.

Parque Manuel Pino

O parque recebe esse nome graças ao monumento que representa um herói para a população de Puno, Manuel Pino que morreu em uma guerra contra o Chile.

É um local, portanto,  bem movimentado na cidade.

Mirante El Condor

Esse é o melhor lugar da cidade para ver Puno, o lago Titicata e o Peru. São 600 degraus até o topo do mirante, mas a vista é absolutamente desculumbrante.

Passeios pagos em Puno

Museu da Coca

Não é da coca-cola, gente hahaha é da famosa Coca usada culturalmente em países da América do Sul.

No museu, é possível conhecer e compreender historicamente a importância dessa planta para a vida do homem e de quem vive nas grandes altitudes.

Custa 10 soles por pessoa.

Museu Carlos Dreyer 

Bem próximo a Casa Del Corregidor está o museu Carlos Dreyer que reconta a história de Puno por meio de peças arqueológicas encontradas na região, além de outros materiais, como as moedas da época. Para entrar, custa 15 soles e a visita guiada é gratuita.

Lago Titicaca

Considerado ujm dos maiores lagos do mundo e o mais alto.

É inclusive a razão de muitas pessoas viajarem para Puno. Fizemos o passeio de lancha e ida e volta custou R$12.

São 7 km até chegar as ilhas flutuantes, o lago é calminho. São 30 minutos até a primeira ilha.

Por mais de 300 anos os incas construíram suas casas em cima em cima dos barcos, até que tiveram a ideia de amarrar as raízes  de junco, forrar e construir suas casas em cima para morar nelas. Muito legal, né?

Tudo isso é explicado pelos próprios nativos. Junco é uma planta que nascem em regiões tropicais e são muito resistentes.

Durante o passeio, você também pode vestir os trajes típicos da região para tirar foto de graça.

É possível conhecer as famosas ilhas flutuantes de Uros, Taquile e Mantiní.

Sillustani

Outra opção de vivenciar a história de Puno é visitar as torres funerárias de Sillustani que datam do século XV. Não fica na região central, mas para ir ao local basta pegar um táxi.

É bem bacana para conhecer mais sobre a cidade. Custa 49 soles e é possível conhecer outros pontos turísticos durante o tour.

Lago

Passeio no Lago Titicaca em Puno. Foto: Paula Rocha.

7. Dicas de Puno: Onde comer

Como em todos os cantos do Peru, a culinária de Puno não seria diferente: espetacular.

De fato, não há tantas opções e variedades como em Lima, considerada a capital da gastronomia, é possível encontrar bons restaurantes com comidas típicas peruanas e com os preços imbatíveis que só esse país tem.

Portanto, vou dar algumas dicas de Puno e de onde comer quando estiver por lá.

Mojsa Restaurant

Este é um restaurante para experimentar a típica comida peruana.

Localizado bem na frente da Plaza de Armas, é muito recomendado por oferecer um menu com inúmeros pratos típicos, além de ter um espaço para comer com uma vista privilegiada para a praça central.

Café-Bar Casa dlel Corregidor

Este café está localizado dentro de um dos pontos turísticos da cidade, na construção mais antiga de Puno.

Vale a pena fazer uma parada lá pra tomar um café enquanto faz seu tour histórico.

La Estancia Grill

Esse restaurante tem um variado cardápio que inclui pizza e obviamente: carnes.

Está localizada a 5 minutos caminhando da Plaza de Armas e é uma opção para quem quer comer algo diferente.

onde comer em Puno

Alimentação durante o passeio ao lago Titicaca. Foto: Paula Rocha.

Clique e saiba: dicas de Ollantaytambo

8. Dicas de Puno: Onde ficar

Embora Puno seja uma cidade pequena, existem boas opções de hospedagem e vou deixar algumas sugestões pra vocês de onde ficar.

Hotel Hacienda Plaza de Armas

O Hacienda Plaza de Armas está localizado no Centro Histórico de Puno e próximo a diversos outros pontos turísticos da cidade.

Os quartos, delicadamente decorados, estão equipados com TV, ar-condicionado e banheiro privativo.

O café da manhã está incluso no valor de sua diárias.

Diárias a partir de R$242. Clique aqui e verifique a disponibilidade no hotel nas datas da sua viagem.

Onde ficar em Puno

Dicas de Puno – Hotel Hacienda Plaza de Armas acomodação com varanda. Fonte: Booking.

Cazona Plaza Hotel Puno

Bem próximo a região central de Puno, o Cazona Plaza Hotel Puno, é uma excelente opção, pois possui um bom custo-benefício.

Com uma decoração em tons de madeira, as acomodações estão equipadas com TV, banheiro privativo, ar-condicionado e algumas suítes possuem ainda banheira de hidromassagem.

O café da manhã já está incluso em sua estadia e você poderá usar ainda o Wi-Fi gratuito em toda área da propriedade, portanto, vale muito a pena.

Diárias a partir de R$191. Clique aqui e verifique a disponibilidade do hotel para as datas da sua viagem.

Onde ficar em Puno

Dicas de Puno: Cazona Plaza Hotel – acomodação para casal. Fonte: Booking.

Todos os nossos artigos do Peru

Quer saber mais sobre o Peru? Portanto, clique e confira todos os nossos artigos sobre esse país lindo!

Eu sou a Fran, graduada em Letras, professora de Língua Portuguesa, viajante, blogueira, dona do 🐕 Bartholomew e do insta Recalculando a Vida. Sagitariana raiz, a louca da astrologia, apaixonada por boteco, cerveja de garrafa, comida boa, sol, praia e carnaval. Bora viajar?

Envie um comentário

Viajando com a Mala Rosa