Top

O que fazer em São Petersburgo

O que fazer em São Petersburgo, na Rússia: principais pontos turísticos, atrações imperdíveis, roteiros, preços e mais

O que fazer em São Petersburgo? Essa é a pergunta que todos os viajantes fazem ao chegar na grande Petersburgo!

São Petersburgo foi a primeira capital da Rússia, fundada pelo Czar Pedro “O Grande”, originalmente “Peter the great”. Por isso o nome PETERsburgo!

Destino certeiro de quem viaja para a Rússia, São Petersburgo é muito bem estruturada e com pontos turísticos majestosos: muitas catedrais e palácios dos antigos Czares, que hoje são museus.

Então, bora o que fazer em São Petersburgo, a segunda capital russa?

Dicas gerais sobre São Petersburgo, na Rússia

Então, para começar, vamos conferir algumas informações que você precisa saber sobre São Petersburgo antes de viajar:

  • Localização: São Petersburgo está a noroeste da Rússia, sendo sua segunda maior cidade, ficando atrás de Moscou (capital).
  • Fuso horário: GMT +3
  • Idioma falado: Russo e poucas pessoas falam inglês nos comércios pequenos, mas dá para se virar com o tradutor da internet.
  • Moeda local: Rublo Russo (RUB). R$ 1 = 13,80 RUB
  • Vistos: Brasileiros não precisam de visto para entrar na Rússia, apenas passaporte válido. Veja aqui como tirar o passaporte). Mas lembre-se: para viajar para a Europa, é preciso seguro viagem (veja aqui como escolher um bom seguro viagem)
  • Vacinas: não é preciso apresentar carteira de vacinação para entrar na Rússia.
  • Tomadas e voltagens: voltagem de 220V e tomada tipo F (dois pinos redondos).
  • Destinos próximos para conhecer: Bielorrússia, Moscou, Finlândia, Ucrânia, Letônia e Estônia.

Veja também: Moedas da Europa – Qual usar e onde?

Qual é a moeda/dinheiro da Rússia

Dinheiro da Rússia. (Foto: Paula Rocha)

 

4 opções de hospedagem que valem a pena em São Petersburgo

($) Se você quer economizar, o hostel Online Hostel e o hotel Piter Home são bons, baratos e bem localizados.

($$) Com bom custo-benefício, o Grand Catherine Hotel é bem localizado e completo.

($$$) Mas se você quer algo mais requintado, o Saint-Petersburg Hotel é a pedida.

-> Clique aqui e veja as melhores promoções de hospedagem em São Petersburgo.

Melhor época para viajar para São Petersburgo: quando ir?

A melhor época para visitar São Petersburgo é de de junho a setembro, sendo esse o período da alta temporada e o período em que as temperaturas estão mais agradáveis.

Setembro e outubro podem ser considerados os meses de média temporada em São Petersburgo. Porém, a temperatura em outubro é um pouco mais fria que as anteriores, variando entre 11°C a 6°C após a partir da primeira quinzena do mês.

A partir de dezembro e até meados de abril a cidade começa a ficar coberta de neve e a locomoção fica complicada, então não recomendo muito viajar nessa época (experiência própria!!)

Aliás, vale dizer que a partir da segunda metade de junho acontece o fenômeno das “Noites Brancas”, quando o sol não se põe nunca! Durante esses dias a cidade fica lotada e beeeem cara.

Veja mais: Qual é a melhor época para ir à Rússia?

Melhor época para viajar para São Petersburgo, na Rússia - Quando ir?

Como chegar em São Petersburgo?

Há duas principais maneiras de se chegar em São Petersburgo:

  1. Avião: São Petersburgo conta com o Aeroporto Internacional de Pulkovo. No entanto, não há voos diretos do Brasil para a Rússia, sendo preciso fazer uma escala.
  2. Partindo de Moscou: a melhor maneira de ir de Moscou até São Petersburgo é de trem, mas também há ônibus:
  • Trem Sapsan: trem rápido, viagem de 3h30-4h50. Passagens a partir de 2.500 RUB (R$ 186)
  • Trem normal: baratos e mais lentos, com viagem de 7h e passagens a partir de 900 RUB (R$ 67).
  • Ônibus: recomendo comprar o ticket pelo site da infobus (a partir de R$ 80), que foi onde comprei minha passagem de Kiev à Moscou.

~> Link oficial da empresa de trens russos (reservar até 90 dias antes da viagem): clique aqui

Como chegar na Rússia de ônibus ou trem, saindo de Moscou ou São Petersburgo

Ônibus da Ecolines que usei para chegar na Rússia. (Foto: Paula Rocha)

Como se locomover em São Petersburgo

A melhor forma de se locomover em São Petersburgo é de metrô.

A cidade inteira conta com uma ótima linha ferroviária, sem contar que as estações mais parecem museus, mas vou falar sobre isso já já, na parte de “O que fazer em São Petersburgo” (porque, sim, as estações são atrações turísticas maravilhosas!!!)

Além disso, você pode optar pelo ônibus turístico, que é uma boa opção se o seu tempo está corrido.

Não recomendo muito o ônibus, as linhas são bem confusas. Também há táxi e é barato, mas o metrô ainda sai ganhando!

  • Ticket do metrô: R$ 3,60 (48 RUB)
  • Ônibus turístico 48h: R$ 186 (2.522 RUB) para adultos e R$ 155 (2.101 RUB) para crianças de 7-13 anos. Menores de 7 anos não pagam.

O que fazer em São Petersburgo: melhores pontos turísticos

Conhecida como a capital da cultura Russa, São Petersburgo é uma cidade apaixonante, repleta de palácios e catedrais majestosas.

Lar de Pedro, “O Grande”, São Petersburgo guarda uma história muito tradicional e forte, exposta em suas construções imponentes e luxuosas. Os cenários são tão únicos que ganharam o nome de “estilo russo”, e só de olhar percebemos as singularidades.

Então, confira o que fazer e ver em São Petersburgo, a primeira capital da Rússia antes de Moscou!

Igreja do Sangue Derramado

Tida como cartão postal de São Petersburgo, a Igreja do Sangue Derramado, também chamada de Catedral da Ressurreição do Salvador, é uma das mais deslumbrantes da Rússia!

Conhecida por suas cúpulas coloridas e douradas e estilo russo (mas um pouco puxado para o eclético), a Igreja do Sangue Derramado ganhou este nome em 1881, após o assassinato do Czar Alexandre II, que morreu no local. Por isso, “Sangue Derramado”.

E olha, se teve uma catedral que passou por maus bocados, foi essa!

Isso porque quase foi destruída durante o período soviético (que, aliás, destruíram várias outras igrejas e castelos construídos aos Czares).

Depois, durante a Segunda Guerra Mundial, foi atingida por uma bomba, que ficou presa na cúpula da igreja e, por sorte, não destruiu mais nada!

Hoje, a Igreja do Sangue Derramado é linda, com o interior decorado com milhares de mosaicos coloridos, puro luxo!

  • Quanto custa para entrar: 350 RUB (R$ 25,80)

Museu Hermitage: o Palácio de Inverno

Às margens do Rio Neva, o Museu Hermitage, também chamado de Palácio de Inverno, é o 3º maior museu do mundo, perdendo apenas para o Louvre de Paris e a National Gallery, de Londres.

Certamente, uma atração que deve estar no seu roteiro de o que fazer em São Petersburgo!

O bacana é que o Museu Hermitage são palácios interligados, esses que eram a moradia de antigos czares.

Mas a decoração do lugar mudou com a chegada da Czar “Catarina, A Grande”, em 1762, quando assumiu o poder e passou a investir na arte, adquirindo exemplares raros de pinturas e decorando sua casa – hoje, museu.

A dica que dou aqui é comprar o ticket que dá direito a guia pelo site do museu, já que a visita guiada permite que o visitante não enfrente filas.

E olha, vai por mim, o Museu Hermitage é lotaaaado! Fila de horas mesmo!

  • Preço do ticket para entrar no museu: 500 RUB (R$ 37)
museu hermitage

Museu Hermitage – O que fazer em São Petersburgo? (Foto: Paula Rocha)

Palácio Peterhof

O Palácio Peterhof é um dos pontos turísticos que melhor define São Petersburgo: grande, majestoso e luxuoso.

Originalmente construído no início de 1700 a mando do Czar “Pedro, O Grande”, o Palácio Peterhof lembra bastante o Palácio de Versalhes: imponente, com tons dourados e um incrível jardim que é a marca do lugar.

Mas o que achei mais bonito foi o conjunto de estátuas que circula toda a área, principalmente o jardim (são usadas como fontes também).

Hoje, é um museu e uma parada obrigatória em São Petersburgo!

  • Preço: 1.000 RUB (R$ 74)
Melhores pontos turísticos de São Petersburgo, na Rússia: Palácio Peterhof

Palácio Peterhof – O que fazer em São Petersburgo. (Foto: Pixabay)

Palácio de Catarina

Localizado em Pushkin, o Palácio de Catarina é um ponto turístico bastante interessante de São Petersburgo.

Foi reformado diversas vezes, acompanhando a mudança de Czares.

O que vemos hoje é sua versão final, feita a mando de Catarina II: um palácio enorme, com diversos salões luxuosos e ornamentos raros.

É mais uma construção datada de séculos da Rússia (embora tenha sofrido perdas durante a Segunda Guerra Mundial), e que mostra a diferença de personalidade dos Czares que já estiveram no poder.

É bacana ir ao Palácio de Catarina após ir ao Palácio Peterhof, já que Catarina veio depois de Pedro, “O Grande”. Assim, dá para ter um bom comparativo entre ambos os “reinados”.

  • Preço: 1.000 RUB (R$ 74)

Catedral de Santo Isaac

Além do Hermitage e da Catedral do Sangue Derramado, um ponto turístico imperdível em São Petersburgo é a Igreja de Santo Isaac, a maior catedral ortodoxa da cidade.

Construída no século XIX, é famosa por sua cúpula dourada e também por ser a primeira dedicada ao “Pedro, O Grande”.

Além de sua beleza, o bacana é que dá para subir até a cúpula e ter uma visão incrível de São Petersburgo.

Fortaleza de São Pedro e São Paulo

A Fortaleza de São Pedro e São Paulo marca as primeiras estruturas construídas na cidade de São Petersburgo, sendo o “local de nascimento da cidade”, datada de 1703.

Originalmente, a Fortaleza foi construída para fins de defesa contra invasões, mas também foi usada como prisão anos depois.

Aliás, há uma Catedral no local, que hoje abriga túmulos de todos os Czares Romanov, inclusive, de Pedro “O Grande”.

Então, pode-se dizer que é o local que marca o início de São Petersburgo, e guarda todos os corpos dos que fizeram história por ali. Interessante, né?

Além disso, é aqui que está a famosa Torre do Sino de São Petersburgo, com 122 metros de altura!

  • Preço para entrar na Catedral: 550 RUB (R$ 40)

Passeio de barco pelo Rio Neva

São Petersburgo também é conhecida como a “Veneza Russa” e isso tem um excelente motivo: toda a cidade é cortada pelo Rio Neva e afluentes. Então, o cenário é bem semelhante ao da cidade italiana.

A partir do complexo do canal do Rio Neva, é bastante comum ocorrer passeios de barco, com direito a refeições e guia turístico.

O barco passa por boa parte de São Petersburgo, e certamente é uma maneira bem interessante de conhecer e ver os pontos turísticos da região.

Porém, recomendo fazer o passeio de barco somente no verão e início de outono, quando não há neve e o céu está aberto, garantindo uma visualização melhor.

Passeio de barco pelo Rio Neva

Passeio de barco por São Petersburgo. Elina Sazonova

Ilha Vassiliev

São Petersburgo é uma cidade formada por várias ilhas por causa dos canais que cortam a cidade, e uma delas é a Ilha Vassiliev.

A região da Ilha Vassiliev é bem tranquila e menos movimentada do que as demais, então também é conhecida por ser uma boa região para se hospedar.

Além disso, é o local que permite uma vista incrível do centro da cidade e os principais pontos turísticos.

Por exemplo, a partir de Vassiliev, conseguimos ver o Museu Hermitage e boa parte da Catedral da Fortaleza de São Pedro e São Paulo, além das cúpulas de diversas igrejas.

Portanto, recomendo separar um tempinho para ir até a Ilha Vassiliev e ver São Petersburgo de outra forma, vale bem a pena!

Fortaleza de São Pedro e São Paulo - Rússia

Torre do Sino vista da Ilha Vassiliev. (Foto: Paula Rocha)

Mesquita de São Petersburgo

A Mesquita de São Petersburgo é a maior mesquita da Europa fora da Turquia, conhecida por suas cores e imponência.

Finalizada em 1913, a mesquita possui uma torre de 49 metros de altura e cúpula de 39 metros, com espaço para abrigar até 5 mil fiéis.

O bacana é que sua porta está de frente para a rua, então todo mundo pode conhecer e bater algumas fotos. Porém, só dá para entrar de verdade durante a semana, pois está fechada aos sábados, domingos e feriados.

O que fazer em São Petersburgo no inverno

O inverno russo é muito rígido e característico. Por isso, alguns passeios se tornam inacessíveis, bem como a locomoção nas ruas é bem prejudicada.

Embora a dica seja evitar o inverno russo para turistar, o país por si só já é frio o ano inteiro, sendo imprescindível estar munido de um casaco em qualquer estação do ano.

Então, caso o frio te pegue, confira o que fazer em São Petersburgo no inverno!

Inverno em São Petersburgo

Ponte do Palácio durante o inverno. (Foto: Paula Rocha)

Esquiar em Tsarskoye Selo

O esqui cross-country pode muito bem ser a maneira mais eficiente de curtir a neve de São Petersburgo.

Tsarskoye Selo, ao sul do centro da cidade e lar de um Palácio Romanov, oferece um campo de esqui interessante e aluguel de equipamentos no local.

Artspace

A Artspace é a loja mais bonita de São Petersburgo, com a maior coleção de Matrioska (a boneca russa, que uma fica dentro da outra) do país!

A loja é incrível, com souvenires maravilhosos e conjuntos de Matrioska maravilhooosos, só que carooos que dói… É bom ir e só dar aquela olhadinha hahaha

É um espaço bem legal, vale a visita.

Patinação no Gelo nos parques da cidade

O inverno de São Petersburgo é marcado pela neve. Sendo assim, por que não aproveitar e patinar?

Os visitantes podem patinar em alguns dos muitos parques de São Petersburgo, onde pistas de gelo ao ar livre atraem patinadores de todas as idades.

Dica: o Parque Kirov na Ilha Elagin é sempre uma boa opção.

Hóquei no Gelo no Palácio de Gelo

São Petersburgo também é o lugar ideal para assistir a uma partida de hóquei no gelo.

O Palácio de Gelo, casa do time local SKA de São Petersburgo, é um bom lugar para ver competições no gelo.

Aliás, nos dias em que o time não está jogando, os visitantes podem alugar equipamentos e experimentar a pista.

Pesca no gelo no rio Neva

Quando se trata dos clássicos “esportes” de inverno de São Petersburgo, poucos são tão arraigados quanto a pesca no gelo.

Espere até que o rio Neva congele para avistar pescadores pairando sobre um pequeno buraco no gelo.

Aliás, uma coisa curiosa e semelhante é que os russos se reúnem no inverno, durante o Natal, para mergulhar em lagos congelados. Sabia dessa? Veja ~> Curiosidades da Rússia

O que fazer em São Petersburgo no inverno

Início do inverno em São Petersburgo. (Foto: Paula Rocha)

Vida noturna em São Petersburgo

São Petersburgo é uma cidade muito charmosa, e durante a noite ganha uma corzinha a mais.

Aqui, não tem aquela de “ficar no hotel durante a noite porque não tem nada para fazer e ver”, muito pelo contrário!

Sendo assim, veja as principais dicas de vida noturna em São Petersburgo.

Pode te interessar: Quanto custa viajar para a Rússia?

Como é São Petersburgo à noite

Catedral do Sangue Derramado durante a noite. (Foto: Paula Rocha)

Teatro Mariinsky

Mariinsky é um teatro com um auditório extenso e lindamente decorado, abrigando uma das melhores apresentações de balé e ópera da cidade. Fundada no século 18, esta companhia de balé é chamada de balé imperial da Rússia.

Além disso, o teatro ainda é palco onde as obras-primas de vários compositores russos lendários foram estreadas.

Bares de São Petersburgo

A Rússia é um país onde o povo costuma beber bastante, então o que não faltará por São Petersburgo, são bares diferentes e variados.

Por isso, que tal separar algumas noites para conhecer alguns e provar da cerveja russa? (E vodka, claro! Um símbolo russo).

Então, anota aí os melhores bares de São Petersburgo para curtir a noite:

  • Taleon Club: bar luxuoso, com obras de arte renascentistas.
  • JFC Jazz Club: bar descontraído e animado, puxando mais para o lado de uma casa de jazz.
  • Money Honey: atmosfera animada com rock and roll tocando ao vivo.
  • Bar Dead Poet: conhecido pela boa carta de vinho e uísque, é um bar energético.
  • Bar Chroniki: tem uma vibe mais local, o clássico boteco, só que com aquele padrão russo.

Caminhar a noite

São Petersburgo é uma cidade linda, limpa, bem estruturada e conservada, e isso também implica na questão turística e vida noturna.

Diferente de Lviv, na Ucrânia, São Petersburgo é um local onde os pontos turísticos são também acessíveis durante a noite: bem iluminados e estruturados.

Embora a maioria das atrações (catedrais e museus, no geral), fechem às 18h, suas dependências externas continuam abertas para os visitantes.

Então, a dica que dou é: conheça as ruas de São Petersburgo durante a noite!

Caminhe pelo centro (na Nevsky Prospekt, a “rua-coração”, onde tudo está perto) e se apaixone pelas construções iluminadas e a vibe bacana e surreal que a antiga capital russa transmite.

Mas atenção: no centro, perto do Museu Hermitage, tem a Ponte do Palácio, que é levadiça, subindo (impossibilitando a locomoção) por volta de 1h e descendo novamente perto das 5h. Cuidado para não ficar preso por ali.

Catedral de Nossa Senhora de Kazan

Catedral de Nossa Senhora de Kazan, na Nevksy Prospekt, bem iluminada durante a noite. (Foto: Paula Rocha)

O que fazer em São Petersburgo com crianças

E quem disse que os pequeninos estão fora da trip??? Veja o que fazer em São Petersburgo com crianças! (Dica: dá para ir em todos os outros pontos turísticos com elas!)

Leve as crianças para o Teatro de Marionetes Bolshoi

“Teatro de fantoches” é um termo russo para um teatro que oferece espetáculos para crianças, mas nem todas as apresentações envolvem fantoches.

O Teatro de Bonecos Bolshoi, fundado em 1931, também apresenta peças regulares para adultos e crianças.

As produções de contos de fadas infantis são algumas das melhores em São Petersburgo, geralmente envolvendo muitas cores, canções e movimento.

Visite um planetário poderoso

O Planetário 1 em São Petersburgo tem uma das maiores cúpulas de projeção do mundo, com 37 metros de diâmetro.

Você e as crianças aprenderão algumas lições incríveis – por meio de apresentações e jogos interativos usando tecnologias modernas e som – sobre os planetas do sistema solar, espaço, cometas e muito mais.

Museu de Marionetes

O Museu de Marionetes de São Petersburgo certamente é o lugar ideal para os amantes de bonecas de todas as idades.

O museu de dois andares possui uma ampla coleção não apenas de bonecas feitas à mão, mas também de brinquedos tradicionais, soldados, fadas e outros tesouros em 12 exposições diferentes, como uma sobre os adorados três porquinhos.

Mini Gorod

O Mini Gorod é um museu em miniatura ao ar livre onde tem vários pontos turísticos da cidade em uma versão menorzinha.

Sabe o Mini Mundo de Gramado? Então, é semelhante!

Há vários palácios e catedrais em miniatura, bem bacana. Tem uma praça enorme e esculturas em tamanho real.

Aliás, procure pela escultura de um sujeito com o dedo dourado… Reza a lenda que se você passar a mão (a mão nua mesmo, sem luva) no dedo dele, terá sorte na hora de escolher um cônjuge (dei valor e passei a mão, claro hahahaha)

  • Entrada gratuita!

O que fazer em São Petersburgo com chuva

Mala Rosa, peguei chuva, e agora? Viagem perdida?” Opa, pera lá!

A maioria das atrações de São Petersburgo são fechadas, embora o bacana seja tirar foto do lado de fora.

Mesmo assim, a chuva não atrapalha muito a visita aos lugares. Se locomovendo de metrô e pegando um táxi ou outro para ir aqui e ali, dá tudo certo!

Então, confira o que fazer em São Petersburgo com chuva (enquanto esperamos ela passar).

Curiosidades da Rússia

Practically Pikasso

Se você gosta de artes, Practically Pikasso certamente é o lugar para você curtir em um dia chuvoso.

Você pode pintar sua própria cerâmica, criar cerâmica com rodas, fazer vidro fundível ou pintar seu coração com uma tela.

No Practically Pikasso você se sentirá, literalmente, um Picasso.

Museu Salvador Dalí

O Museu Salvador Dali certamente é um marco da cidade.

Batizado em homenagem ao surrealista espanhol Salvador Dalí, o Museu Dali tem a maior coleção de obras de Dalí fora da Espanha!

O museu possui um número total de 96 pinturas a óleo, mais de 100 aquarelas e desenhos, bem como cerca de 1.300 gráficos, fotografias e esculturas.

Você vai esquecer a chuva ficando completamente hipnotizado pelas peças de tirar o fôlego que o Museu Dalí tem a oferecer.

Livraria de São Petersburgo

Localizada na histórica Singer House, é a maior e mais popular livraria e centro cultural da cidade. Além de livros, lá você encontra lembranças, brinquedos e até produtos alimentícios.

Museu da Vodka

O Museu da Vodka é um dos museus mais famosos de São Petersburgo e da Rússia, e obviamente que eu fui conferir (e talvez o fato de ser o museu da vodka tenha influenciado muito hahaha).

Embora ainda haja discussões frequentes de quem criou a vodka (se foi a Polônia ou a Rússia), a Rússia ganhou os direitos.

No Museu da Vodka podemos acompanhar a trajetória da bebida durante a história da Rússia, e como a vodka foi muito usada durante o percurso do país.

Por exemplo, você sabia que os soldados soviéticos bebiam vodka todos os dias antes da batalha? Assim, a adrenalina ficava maior, e as chances de perder eram menores. Doido, né?

Além disso, havia um decreto nos anos de 1700 no qual ordenava as pessoas a beber vodka todos os dias, mas não a ponto de ficar bêbado, ou receberia a punição de andar com uma “coleira da vergonha”, uma coleira de ferro mega pesada (ainda bem que não nasci naquela época, seria punida todo dia hahaha)

É um espaço bem bacana, recomendo muito. No final tem degustação e nos fundos do museu tem um restaurante (mas não gostei muito não rs)

  • Preço: 600 RUB (R$ 45)

O que NÃO fazer em São Petersburgo

  • Sempre saia com um casaco na bolsa, mesmo se for viajar no verão. Isso porque a Rússia não é um país quente, estando sempre acompanhado de uma brisa gelada.
  • Evite usar o metrô ou ônibus no horário de pico, pois os metrôs russos estão entre os mais movimentados do mundo na hora do rush, perdendo para Tóquio (Japão) e Seul (Coreia do Sul).
  • Não tenha medo de não falar russo. Embora a maioria dos russos não falem inglês, são bastante solícitos e estão acostumados com os turistas, ajudando bastante. Além disso, dá para se virar muito bem com o tradutor da internet.
  • Não fale mal da Rússia ou discuta política com um local. Os russos são muito nacionalistas e a opinião de estrangeiros não é bem vista.
  • Não beba nas ruas, é proibido!

O que fazer em São Petersburgo em 3 dias

1º dia

  • Tour pela Igreja do Sangue Derramado
  • Tour pelo Hermitage e seus palácios

2º dia

  • Faça um passeio pelo centro (Nevsky Prospekt)
  • Catedral de Santo Isaac
  • Mesquita de São Petersburgo

3º dia

  • Fortaleza e Catedral de São Pedro e São Paulo
  • Passeio de barco pelo Rio Neva

Roteiro de 3 dias em São Petersburgo

Roteiro de São Petersburgo em 5 dias

1º dia

  • Tour pela Igreja do Sangue Derramado
  • Tour pelo Hermitage e seus palácios
  • Museu da Vodka

2º dia

  • Faça um passeio pelo centro (Nevsky Prospekt)
  • Catedral de Santo Isaac
  • Mesquita de São Petersburgo

3º dia

  • Fortaleza e Catedral de São Pedro e São Paulo
  • Passeio de barco pelo Rio Neva

4º dia

  • Palácio Peterhof
  • Palácio da Catarina
  • Artspace

5º dia

  • Mini Gorod
  • Ilha Vassiliev

Catedral do Sangue Derramado, em São Petersburgo

Onde comer em São Petersburgo

A Rússia é um país com uma culinária bem variada, embora alguns pratos lembrem os nossos (como a salada russa “Olivier”, os espetinhos de carne e o Pirozhki).

Veja ~> Comidas Russas: o que comer e beber na Rússia?

Então, uma vez em São Petersburgo, você não pode deixar de se jogar nos restaurantes locais!

Porém, caso não queira mesmo se arriscar, tem restaurantes de comida internacional por lá, bem como fast foods conhecidos por nós, como Subway e Mc Donalds.

Em todo caso, confira os melhores restaurantes de São Petersburgo:

Teplo

O Teplo é um restaurante muito recomendado pelos locais por ser bom e barato. E claro, fui lá ver!

Especializado em comida tradicional russa, o Teplo tem pratos principais (bem servidos) a partir de R$ 15, sendo os destaques a Borscht (sopa quente de beterraba) e o Stroganov (que por sinal, é beeem diferente do nosso estrogonofe).

As sobremesas também são maravilhosas, recomendo muito! Os preços realmente são justos e a comida é muito boa.

Palkin

O Palkin é um restaurante renomado de luxo, considerado em 2015 um dos melhores restaurantes da Rússia.

Conhecido mundialmente pela maneira que os chefes reinventaram a comida russa, é uma boa pedida de onde comer em São Petersburgo.

Must

O Must é um bar bem bacana em São Petersburgo, com uma vibe intimista e ambiente descontraído.

Serve comida típica e drinks variados, tudo muito bem servido a um preço baixo. E além da comida tradicional, o restaurante traz alguns pratos de culinária europeia moderna.

Então, separe uma noite em São Petersburgo e desfrute do menu variado do Must!

Veja o post completo: Onde comer na Rússia – Melhores restaurantes de Moscou e São Petersburgo

Comida Russa: o que comer na Rússia? Comidas, doces e bebidas típicas

Comidas russas. (Foto: Paula Rocha)

Onde ficar em São Petersburgo

O Piter Home está localizado no centro de São Petersburgo e é um hotel muito bom e baratinho.

  • Verifique a disponibilidade e preços aqui

Com a melhor localização e vista da cidade, está o Grand Catherine Hotel.

  • Verifique a disponibilidade e preços aqui

Por outro lado, se você quer algo mais luxuoso, certamente a melhor opção é o Saint-Petersburg Hotel, com vista para o Rio Neva.

  • Verifique a disponibilidade e preços aqui

Veja mais dicas: Onde ficar em São Petersburgo

Onde ficar em São Petersburgo

Hotel com vista para a Catedral do Sangue Derramado em São Petersburgo. (Fonte: Booking)

Todos os nossos artigos sobre a Rússia

Está planejando uma viagem para a Rússia?

Então, confira a nossa série de artigos com dicas sobre esse país e os melhores destinos para conhecer:

post a comment